1 de março de 2024
Turismo

Projeto Educar para o Turismo contempla escola Laura Maia, na Rua do Motor

 

Educar para o Turismo: maior (na verdade, o único) projeto de inclusão infanto-juvenil no setor, em Natal
Educar para o Turismo: maior (na verdade, o único) projeto de inclusão infanto-juvenil no setor, em Natal

O projeto de inclusão social infanto-juvenil “Educar para o Turismo”, promovido pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Natal (Seturde), terá mais uma etapa amanhã  (30). Desta vez, a escola contemplada é a Laura Maia, na Rua do Motor, paralela à Avenida Café Filho, na Praia dos Artistas.

Um ônibus com 55 alunos da quarta e quinta séries, com idades entre 11 e 13 anos, percorrerá os principais pontos turísticos de Natal, da Redinha ao cajueiro de Pirangi, com guia especializado, dois técnicos da Seturde e dois professores a bordo.

Uma das premissas básicas do projeto “Educar para o Turismo”, que faz uma iniciação dos alunos da rede municipal de ensino no setor de Turismo, é propiciar a vivência de um city-tour em Natal. Ao saber que sua escola, a Laura Maia, tinha sido a escolhida para a ação turístico-pedagógica nesta quarta-feira, a diretora Ana Lúcia Souza comemorou.

“Precisávamos de uma ação como essa. Talvez nossa escola seja a que mais precise, em toda a cidade, de educação para o Turismo. A maioria dos alunos é filho de ambulantes e barraqueiros que atuam nas praias dos Artistas, do Meio e do Forte. Muitos alunos, inclusive, ajudam os pais no trabalho”, comenta a diretora.

O projeto Educar para o Turismo, criado pela Argus Eventos de Turismo, já contemplou três escolas da rede municipal: Quarto Centenário (Petrópolis), Celestino Pimentel (Cidade da Esperança) e Josepha Botelho (Vila de Ponta Negra). Após os city-tours, os alunos recebem cartilhas com informações básicas e códigos de conduta para atuação no setor de Turismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *