15 de junho de 2024
Sem categoria

Indefinição no turismo. Além da demora, mudanças de nomes

É inconcebível esta indefinição do governo quanto aos principais cargos da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte e da Emprotur. Surpresas a caminho? Certamente.
Hoje houve motivos para a paralisação geral, diante do falecimento do pai da governadora Rosalba Ciarlini, mas a morosidade tem sido a tônica na escalação do “time” do turismo.
E que pasta complicada o turismo! Após à publicação em nosso blog da lista (amarradinha, aguardando o OK da governadora) dos que comandariam o setor, tanto na Secretaria de Turismo quanto na Emprotur, as frigideiras foram acionadas.
Nomes já indicados exigiram outros cargos. Nomes experientes foram contestados. Haverá mudanças na lista. Jornalismo, enfim, é isso. Ao nos anteciparmos aos fatos, às vezes mudamos, de forma involuntária, claro, o percurso natural.
Já passamos da metade do primeiro mês da nova administração estadual e, até agora, de positivo no turismo podemos citar a manutenção da Emprotur. Foi tida como morta, ressuscitou… Será que continuará viva? Tudo indica que sim.
Outra medida sensata do governo Rosalba: o corte de dez cargos comissionados na Secretaria de Turismo do RN e mais dez na Emprotur, que também perderá a diretoria de Operações.
Pensando bem, excluir 35% das funções gratificadas do governo foi pouco. Cortar pela metade seria a melhor solução. Mas, de qualquer maneira, foi um avanço significativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *