26 de fevereiro de 2024
Turismo

Momento importante: audiência pública debaterá futuro do aeroporto Augusto Severo

Momento importante para o Turismo e para a própria Economia do RN, que nunca pode estar dissociada do setor turístico. A Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Antônio Jácome, fará uma audiência pública amanhã (quarta, 14), às 14h30, no plenário Robinson Faria, para debater a mudança de perfil do Aeroporto Augusto Severo, que passará a operar somente com aviação militar.

O debate toma novo rumo com a recente publicação de uma pesquisa realizada pela Secretaria de Aviação Civil, que considerou o aeroporto Augusto Severo o melhor do Brasil. Enfim, acertamos ou erramos? Deveríamos ter ficado com o aeroporto prático, próximo e razoável (na pesquisa foi considerado ótimo, mas não é) ou partirmos para o “voo cego” que será o novo terminal, longínquo e duvidoso, além de  inacabado.

Não basta o aeroporto ser moderno, o que gera orgulho e dividendos ao destino, sem dúvida. Mas o equipamento tem que ser adequado a uma cidade sem mobilidade, como a nossa. O poder publico deste RN não merece um aeroporto do porte do que ganharemos. O empresário fez sua parte. Ergueu o primeiro aeroporto integralmente privado do país. Mas nossos governantes… Dificultam até o acesso. Não adianta maquiagem. Desbravar a Zona Norte engarrafada para pegar um voo será o caos.

Os passageiros estão inseguros. Vão “viajar” por via rodoviária para, depois, pegar uma via aérea? Com quantas horas será preciso sair de casa? Duas, três, quatro? Vale a pena mesmo o esforço, fora o preço do táxi? Eis as questões que envolvem a população no momento. E um bom e democrático palanque para questionar, de forma educada, será armado amanhã na Assembleia Legislativa, que é para ser uma casa do povo.

Vale também refletir sobre o tema. Construído durante a Segunda Guerra Mundial, o aeroporto Augusto Severo recebeu, em 2012, investimentos de R$ 16,4 milhões. Foram novas salas de embarque e desembarque, instalação de novo sistema de ar-condicionado, novos elevadores e escadas rolantes, 12 novos balcões de check-in e fraldário, entre outras melhorias. Duraram pouco, hein?. Qual o custo-benefício do investimento?

Com as novas instalações, o terminal do Augusto Severo, que recebe atualmente uma média de 72 voos por dia, e em 2013 movimentou 2.408.206 passageiros, passou a ter capacidade para atender 5,8 milhões de passageiros/ano. Para o momento atual de Natal, é compatível. Numa previsão de amplo crescimento futuro do Estado, os números passam a ficar defasados, obviamente. É aquela tal máxima: precisamos pensar grande. Mas qual é o preço do otimismo?

0 thoughts on “Momento importante: audiência pública debaterá futuro do aeroporto Augusto Severo

  • UM BOM AEROPORTO QUE ATENDE MUITO BEM A DEMANDA E QUE PELA PARTE DA MANHÃ PRATICAMENTE NÃO TEM VOOS.

    Resposta
  • Augusto

    No meu entender, tenho quase que a plena convicção que Natal pode ter 2 aeroportos ao mesmo tempo…porque não ?

    Por que não deixar o Augusto Severo somente para vôos regionais (Nordeste e Fernando de Noronha, por ex) e o de São Gonçalo para os demais estados e vôos internacionais ?

    To por visto além da “lonjura” o quão abusivo os taxistas serão pra cobrar uma corrida, e como bem você mesmo falou, a distância que é terrivel.

    So espero que pensem bem e não desativem o Augusto Severo. Pensem grande: Natal tem como SIM ter 2 aeroportos ao mesmo tempo.

    Resposta
  • Aldair Miranda

    Que pena que o nobre deputado só considera Natal os riquinhos da zona sul como ele certamente é. o povo da zona norte não é pra ter aeroporto perto, porque o povo da zona norte é pra pegar avião. só busão. parque dos coqueiros não é Natal. Nunca ví tal defesa, para os que moram do outro lado de Natal (ZN) que sempre cruzaram Natal inteiro para chegarem a Parnamirim, ou ainda duas cidades para chegar ao destino, mas, como essas pessoas (as quais me incluo) são insignificantes, não importa a distancia que rodem. o que não pode é os riquinhos de ponta negra andar longínquos 20 km. percorrer 20 km segundo o tal deputado durarão cerca de 4 horas. nossa, isso é mesmo castigo. o “povo” não merece tal tortura. O deputado Antônio Jácome deveria ter vergonha na cara de propor tal discussão e de ainda falar em nome do povo. que lamentável. ele desconhece que a escolha de São Gonçalo foi técnica, estratégica para o Estado e para o mundo. que pena que ele queria que continuasse a beneficiar ponta negra. triste pensamento desse cidadão que se diz deputado.

    Resposta
  • EU ACHO Q ESTE AEROPORTO DE PARNAMIRIM PODERIA SERVIR PARA OS AVIÕES PARTICULARES Q AQUI JÁ TEM BASTANTE PODERIA SER UM GRADE CENTRO DE ARTESANATO E MUITAS OUTRAS COIZAS

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *