26 de fevereiro de 2024
Agentes de ViagemEventosTurismo

Sebrae mostra projetos na Abav. Geoparque Seridó foi destaque

Yves e Vivi apresentaram o Geoparque Seridó

Representantes do Sebrae de diversos estados do Brasil se reuniram em um brunch, no hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro, durante a Abav Expo. O intuito foi apresentar aos jornalistas de várias regiões do país seis roteiros turísticos especiais.

Organizado por Ana Clévia Guerreiro, coordenadora nacional do Sebrae de Turismo, Economia Criativa e Artesanato, o evento ressaltou a importância de eventos que valorizem o turismo brasileiro.

TOCANTINS – Admary Monteiro Barbosa, colaboradora do Sebrae Tocantis, trabalha no Jalapão e falou um pouco sobre a Rota Quilombola Jalapão, uma jornada pela cultura e história afro-brasileira.

“Esse projeto tem o objetivo de levar o visitante para uma viagem fascinante pela cultura e história negras, em uma das regiões mais ricas do Brasil. Um rota que explora as tradições, lutas e contribuições dos quilombos”, explica.


RIO GRANDE DO NORTE – O Rio Grande do Norte esteve presente através do Seridó Geoparque Mundial da Unesco, que foi apresentado por Yves Guerra e Vivi Ferreira (Emprotur).

As áreas geográficas únicas e unificadas são paisagens de significado internacional gerenciados com um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento. O Seridó arrancou muitos aplausos da plateia formada por jornalistas.

RIO GRANDE DO SUL – O empresário Paulo Gusmão, do Rio Grande do Sul, apresentou a Costa Doce Gaúcha, que reúne a beleza arquitetônica da imigração ibérica em uma região tocada pela imensidão das águas lagunares e pela costa oceânica. É um destino de sol e praia consagrado por gaúchos, uruguaios e argentinos.

“Descendentes dos imigrantes germânicos diversificam a oferta com os roteiros coloniais e o Caminho Pomerano, em paisagens de rara beleza e forte identidade cultural. A arquitetura e as praias doces e salgadas são o tesouro da Costa”, disse Gusmão.

PARÁ – Conhecido por suas delícias gastronômicas, o Pará mostrou que é possível trazer para o cenário turístico causas como sustentabilidade e a inclusão da comunidade local. “O Pará tem cheiro, cor, sabor e calor humano”, afirma a empresária Narmy de Paula.

A região tem como destaque um passeio para a Ilha do Combu, que fica a cerca de 32 minutos de barco da Capital do Estado. A ilha é a mais próxima de Belém e é muito conhecida pela produção de açaí e cacau.

RIO DE JANEIRO – O estado do Rio de Janeiro, representado por Tais Araújo, do Sebrae Rio, surpreendeu ao apresentar o projeto Raízes Cariocas, com 22 experiências.

“Queremos mostrar um outro olhar do Rio de Janeiro, sem ser a praia de Copacabana, o Maracanã, o Pão de Açúcar e tantos outros pontos turísticos já tão falados. Vamos valorizar o Rio Imperial visitando Paquetá, Vassouras e a região serrana, como Teresópolis, Quissamã, Casimiro de Abreu”.

GOIÁS – Com o intuito de dar visibilidade para as cidades rurais de Goiás, a região lançou a Rota dos Pirineus – Queijos e Vinhos de Goiás, formada por Corumbá de Goiás, Cocalzinho de Goiás e Pirenópolis.

Os queijos, vinhos de uvas europeias e os inovadores vinhos de jabuticaba estão numa rota que valoriza os ruralistas e atrai turistas que buscam o charme das cidades interioranas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *