11 de junho de 2024
Política

Em agenda de Brasília, Governadora cobra obras que vão beneficiar o Porto de Natal

A governadora Fátima Bezerra participou nesta terça-feira (07), em Natal, do lançamento do Cluster Tecnológico Naval do Rio Grande do Norte. A iniciativa visa impulsionar a geração de negócios e o desenvolvimento da economia marítima potiguar.

Aproveitou a oportunidade para dizer que na agenda que teve em Brasília no início da semana, cobrou do Ministério dos Transportes duas obras que vão beneficiar o Porto de Natal: as defensas da Ponte Newton Navarro e a dragagem do Rio Potengi.

Durante o lançamento do projeto, que ocorreu na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), a governadora Fátima Bezerra afirmou também que o Governo do Estado fará parte do projeto. Segundo ela, o cluster reforça a importância de o estado se integrar na transição energética verde.

“O cluster representa um marco no Nordeste, reunindo diversas empresas e três portos. Além disso, temos em desenvolvimento o inovador projeto do Porto-Indústria Verde. Ou seja, o projeto visa fomentar os negócios na chamada economia azul, ou seja, na economia ligada ao mar. Isso significa desenvolvimento para o Rio Grande do Norte, com a geração de empregos e o aumento da renda da população”, pontuou a governadora.

Criado em forma de associação civil, sem fins lucrativos ou político-partidários, o cluster é liderado pela Federação das Indústrias, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI RN), além da Cooperativa de Produção e Serviços da Cadeia Produtiva da Pesca e da Aquicultura (COOPESBRA) e das empresas 3R Petroleum, Engeprom e Intermarítima. O arranjo produtivo também conta com a cooperação com o 3º Distrito Naval da Marinha do Brasil.

Segundo o presidente da FIERN, Roberto Serquiz, o cluster é “um ecossistema de prosperidade”, atuando em tríplice hélice junto ao setor produtivo, instituições de ensino e o poder público.

A solenidade contou com a participação de empresas, federações empresariais, representantes de instituições como Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), da Marinha do Brasil e do SENAI. Também estiveram presentes: o secretário estadual de Agricultura e Pesca (SAPE), Guilherme Saldanha; o secretário estadual de Infraestrutura (SIN), Gustavo Coelho; o secretário estadual de Comunicação (SECOM), Daniel Cabral; o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato; o secretário estadual Adjunto do Gabinete Civil (GAC), Ivanilson Maia; o diretor do IDEMA, Elson Oliveira. Participaram ainda o diretor-presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte, Estéferson Ubarana Gomes da Silva, e o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis no Rio Grande do Norte (IBAMA), Rivaldo Fernandes.

Foto: Humberto Sales