26 de fevereiro de 2024
Nota

Filé-mignon ficou 12% mais barato e preço da picanha caiu 9% este ano

Da Exame 

O resultado da inflação medida pelo IPCA-15 divulgado na manhã desta quinta-feira pelo IBGE mostra que os preços das carnes tiveram forte queda este ano. A inflação fechou o ano com alta de 4,72%, abaixo do teto da meta.

Os alimentos ajudaram a segurar os preços. A alimentação no domicílio ficou 0,82% mais barata este ano. No caso das carnes, a queda média dos preços foi de 9,29%. O churrasco do brasileiro, assim, ficou mais barato em 2023.

O preço da picanha caiu 9,49% e da alcatra, 9,93%. O cupim ficou 5,16% mais barato. E a costela na brasa também está mais em conta: este corte de carne recuou 12,41%.

Será a primeira vez, desde 2020, que a inflação fechará o ano dentro da meta.

Apesar da queda nos alimentos, alguns itens tiveram forte alta. É o caso do azeite, que subiu 37,76%.

DO TL 

Apesar da divisão política do país e da polarização ainda acirrada, são números. Difíceis de serem questionados..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *