O deputado federal Beto Rosado (PP) defendeu a ampliação das ações contra a seca, durante o seu primeiro discurso no plenário da Câmara dos Deputados.

Na sessão desta segunda-feira (9), ele subiu à tribuna da Casa para apresentar os efeitos da estiagem no Rio Grande do Norte, cujos reservatórios estão com apenas 28% da sua capacidade alcançada e mais de dez municípios em estado de colapso devido à falta d’água.

Destacando que as regiões mais afetadas são as que ficam os reservatórios do Seridó e de Pau dos Ferros, Beto Rosado lembrou que o estado enfrenta o seu quinto ano consecutivo de seca. “E como engenheiro agrônomo, acompanhei essa situação de perto, quando fui secretário de Agricultura de Mossoró, e durante a campanha, quando percorri os municípios do interior e as comunidades rurais”, ressaltou.

No discurso, o deputado pediu ainda que o Seguro Safra seja aditivado e que o governo federal faça um levantamento da situação em cada estado, com as possíveis soluções para amenizar os efeitos da seca, pensando em um plano nacional de enfrentamento, com soluções a curto, médio e longo prazo. Ele também cobrou a publicação de uma nova portaria interministerial para que o subsídio do milho comercializado pela Conab volte a valer.

Foto: Gustavo Lima

z