Eider Brito passou poucos dias no cargo de Coordenador da Administração Penitenciária. 

Entregou o cargo nesta segunda-feira (06). 

Após ser nomeado na semana passada, o juiz Luiz Candido Vilaça emitiu uma recomendação ao Governo do Estado pedindo que Eider Brito fosse destituído da função. 

Pelo que o blog apurou, Eider não esperou ser destituído, se antecipou e entregou, em meio a fuga de 32 detentos de Alcaçuz.