O pior para o governismo poderá vir a acontecer.

O governador-candidato Iberê Ferreira de Souza (PSB) pode oficializar sua candidatura, sem ter um vice.

Como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não se pronunciou nesta quinta-feira (24), sobre as regras das coligações, e até 5 de julho pode ser feito o registro de candidaturas, o vice de Iberê poderá ser definido até a referida data.

Apesar de ter o nome de Lavô cogitado, Wilma prefere um vice do PR.

Neste caso, Iberê passaria pela mesma situação em que Serra está hoje.

Sou candidato, mas, por enquanto, não tenho um vice.