A decisão do Governo do Estado em adiar a segunda fração do Plano de Retomada Gradual da Economia iniciado na última quarta-feira, dia 1º, que estava prevista para iniciar amanhã, dia 8, causa mais prejuízo ao empreendedor.

Os empresários que não fecharam os estabelecimentos e iriam abrir – já sofridos com a pandemia – se programaram para a reabertura, agora novamente adiada.

Compraram gêneros alimentícios, mantimentos, recontrataram funcionários, se adequaram, tiveram gastos…em vão.

É preciso cautela por parte do Governo do Estado ao anunciar o cronograma de reabertura.