O Sindicato dos médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), de acordo com a decisão de greve aprovada por unanimidade em assembleia realizada na última quinta-feira (26), informa que acompanhará o movimento geral de paralisação dos funcionários do Estado, em razão dos atrasos de salários e décimos terceiros referentes aos anos de 2017 e 2018. Apesar da possibilidade de pagamento desses valores até o dia 28, não há confirmação oficial.

Sendo assim o Sinmed orienta:

Procedimentos eletivos devem ser suspensos.

  • Escalas de emergência devem ser reduzidas, mantendo-se o atendimento em sequência, com os profissionais se revezando por horários ou expedientes.
  • Os sobreavisos deverão reduzir suas passagens diárias no hospital.
  • Os profissionais devem estar disponíveis para situações emergenciais extraordinárias.
  • Havendo o pagamento dia 28, finda a motivação da paralisação, volta-se ao atendimento normal.
  • Geraldo Ferreira Filho
    Presidente do Sinmed RN