Em reunião na manhã desta segunda-feira (19) com membros da Associação dos Advogados do Rio Grande do Norte (AARN), o presidente do Tribunal de Justiça do Estado (TJRN), desembargador Cláudio Santos, anunciou que vai adiar a entrada da petição para declarar ilegal a greve programada pelos servidores do Judiciário potiguar para iniciar na próxima quarta-feira (21).

O adiamento foi pedido pela AARN como forma de facilitar a negociação com os servidores.