O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) utilizou a tribuna da Câmara Federal na manhã desta quarta-feira (2) para denunciar o contingenciamento de R$ 1, 339 bilhão na pasta da educação, quantia que somada ao primeiro bloqueio do ano já feito pelo Executivo representa um montante de R$ 2,34 bilhões subtraídos do orçamento do MEC só em 2010.

O tucano, que tem como principal bandeira de atuação na Câmara a Educação, não poupou nem o Conselho Nacional de Educação (CNE) das Críticas. Ele disse que recentemente conselheiros do CNE propuseram o fim da reprovação no ensino fundamental, numa clara tentativa de empurrar o problema dos altos índices de repetência e baixo nível de aprendizado para “debaixo do tapete”.

Foto: Divulgação

Rogério Marinho

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.