Lula na Inglaterra pergunta à rainha:
– Senhora rainha, como consegue escolher tantos ministros tão maravilhosos?
Sua majestade responde:
– Eu apenas faço uma pergunta inteligente. Se a pessoa souber responder ela é capacitada a ser ministro.
Vou lhe dar um exemplo. A rainha manda chamar Tony Blair e pergunta:
– Mr. Blair, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem sua irmã. Quem é ele?
Tony Blair responde:
– Majestade, esse bebê sou eu.
Ela vira pra Lula:
– Viu só? Mereceu ser ministro.
Lula maravilhado volta ao Brasil. Chama a ministra Dilma Roussef e lasca a pergunta:
– Companheira Dilma, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem sua irmã. Quem ele é?
A ministra responde:
– Senhor presidente, vou consultar nossos assessores e a base aliada e lhe trago a resposta.
Vai então e cobra a resposta. Ninguém sabe.
Aconselham perguntar ao ex-presidente FHC, que é muito inteligente.
Dilma liga pra FHC:
– Fernando Henrique, aqui é a Dilma Roussef. Tenho uma pergunta pra você: se seu pai e sua mãe têm um bebê e esse bebê não é seu irmão nem sua irmã, quem é esse bebê?
O ex-presidente responde imediatamente:
– Ora senhora ministra, é lógico que esse bebê sou eu!
A ministra vai correndo levar a resposta:
– Sr. Presidente, se meu pai e minha mãe têm um bebê e esse bebê não é meu irmão nem minha irmã, é lógico que ele só pode ser o Fernando Henrique Cardoso.
Lula dá seu sorrisinho sabido e diz:

– Te peguei, companheira Dilma. Sua resposta está completamente errada… o bebê é o Tony Blair.