Sem categoria

Aldair da Rocha fecha com Henrique

Depois de passar o fim de semana andando com o pré-candidato Robinson Faria (PSD), pelo interior, o ex-secretário de Segurança Pública, Aldair da Rocha, presidente estadual do PTB, fechou com a pré-candidatura de Henrique Alves (PMDB), ao Governo do Estado.

Foto: Rodolfo Sturckert

20140514-164141.jpg

Sem categoria

Aldair da Rocha: “PTB ainda não está fechado com PMDB”

O blog falou há pouco com o presidente estadual do PTB, Aldair da Rocha, ex-secretário de Segurança Pública, para saber como andam as articulações políticas nos últimos dias.

Ao contrário do que se dar como certo nos bastidores, o PTB (ainda) não está fechado com a pré-candidatura ao Governo do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB). “Henrique me ligou no último fim de semana e ficamos de conversar até este próximo fim de semana”, contou.

Mas…se houver a conversa entre Aldair e Henrique, o PTB poderá anunciar apoio ao PMDB no evento do dia 28.

Ao blog, Aldair da Rocha adiantou ainda que poderá disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, sem descartar, no entanto, a Assembleia Legislativa: “Estamos nos reunindo com os diretórios municipais do PTB e vamos tomar a decisão que for melhor para o fortalecimento do nosso partido”.

Sem categoria

Aldair da Rocha sai insatisfeito da Secretaria de Segurança

Crise.

O secretário estadual de Segurança Pública, Aldair da Rocha, deixa o Governo Rosalba totalmente insatisfeito como tudo aconteceu.

Aldair, que preside o PTB no Rio Grande do Norte e vai disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, afirmou à imprensa que seu partido que deverá se coligar com os da base de Dilma no Estado.

Aldair disse ainda: “Não tenho nenhum compromisso político com a governadora Rosalba”.

 

Sem categoria

MP vai apurar devolução de recursos da segurança pública à União

O Ministério Público Estadual instaurou, nesta sexta-feira (17), inquérito civil para investigar se a devolução de R$ 12,8 milhões de recursos federais destinados à segurança pública constitui ato de improbidade administrativa por parte do secretário estadual da pasta, Aldair da Rocha.

O inquérito do MP basicamente se fundamenta na situação crítica que o setor de segurança pública enfrenta no Rio Grande do Norte. Apenas em 2013, lembram os promotores, foram assassinadas 1.642 pessoas em todo o estado. Além disso, entre 2012 e o ano passado, o número de Crimes Violentos Letais e Intencionais teve um crescimento de 26,5% no RN.

z

Sem categoria

Secretaria de Segurança Pública afirma que denúncia contra Polícia Civil foi feita de forma criminosa

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed), diante de matéria publicada pelo jornal Tribuna do Norte, neste domingo, intitulada “Polícia Civil na mira de investigação”, esclarece à sociedade:

1) A denúncia foi feita de forma criminosa, pois o “denunciante” identificou-se como sendo Sinpol, e o próprio Sindicato dos Policiais Civis do RN já declarou não ter sido autor do relato que aponta o suposto envolvimento de servidores públicos com irregularidades;

2) Mudanças que ocorreram, no ano passado, em cargos na Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol), podem ter desagrado algumas pessoas, que teriam ficado chateadas, passando a promover tais “denúncias”, com o intuito de causar tumulto na instituição;

3) O subsecretário da Sesed, delegado de Polícia Federal aposentado Airton de Sá Ferraz, citado equivocadamente na reportagem como secretário-adjunto, não tem nenhuma sobrinha morando em Natal;

4) A origem do documento será investigada;

5) O caso está sendo investigado por meio de processo administrativo e de inquérito policial e, caso seja comprovada alguma prática ilegal por parte de servidores, que terão assegurado o amplo direito de defesa, esses serão penalizados, de acordo com a legislação em vigor.

A Sesed reforça seu compromisso de continuar trabalhando em prol dos potiguares, sempre respeitando o direito dos cidadãos e combatendo a criminalidade.

ALDAIR DA ROCHA
Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social

 

Sem categoria

Secretário de Segurança Pública pode deixar Governo a qualquer momento

O secretário Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Aldair da Rocha, já pediu exoneração do cargo por duas vezes, mas a governadora Rosalba Ciarlini faz apelo para que ele permaneça, por enquanto.

A saída de Aldair, neste momento, seria mais um motivo para aumentar o desgaste do Governo, principalmente pelo fato de os Policiais Civis estarem em greve.

Sem categoria

Aldair da Rocha e Coronel Araújo vão cumprir decisão do TJ e retirar manifestantes da Câmara

NOTA

O desembargador Caio Alencar intimou o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Sesed, Aldair da Rocha, e o comandante da Polícia Militar, Coronel Francisco Araújo, para que estes compareçam ao TJRN, às 14h, para ficarem sob o comando do Tribunal e fazerem cumprir a decisão do Colegiado de Desembargadores para que ocorra a desocupação por parte de manifestantes da Câmara Municipal do Natal, na tarde de desta quarta-feira (15).

Assessoria de Comunicação Social – Governo do RN

Sem categoria

Polícia Civil entra em greve a partir desta terça-feira (17)

Uma comissão do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol), liderada pela presidente da entidade, Vilma Marinho Cezar, comunicou ao secretário estadual de Segurança Pública, Aldair da Rocha, que a partir desta das 8h desta terça-feira (17), a categoria entrará em greve.

O secretário Aldair da Rocha determinou que as viaturas das Delegacias de Polícia sejam recolhidas, ficando apenas uma em cada unidade à disposição dos delegados, que estarão responsáveis pelos veículos que ficarem parados durante a paralisação.

Os policiais que não forem trabalhar serão considerados faltosos e a possibilidade de que as faltas sejam abonadas – ou não – será verificada a partir da legalidade ou não do movimento grevista, que será analisado pela Justiça.

Os prédios guarnecidos por policiais civis ficarão sob os cuidados da Polícia Militar durante a greve.

Aldair da Rocha voltou a afirmar que o Governo do Estado, por enquanto, não tem como atender reivindicações que alterem suas finanças, para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.