Estado

Cooperativa médica atua em conjunto com Governo para interiorização de leitos de UTI no RN

Uma das maiores cooperativas do Brasil, a Cooperativa Médica do RN – Coopmed-RN, vem dando suporte profissional médico qualificado e bem treinado para o cenário atual. Desta forma, a Cooperativa contribui, em contrato firmado com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, para abertura de leitos de UTI, nas mais diversas regiões do Estado.

A expansão ocorreu nos leitos de UTI de Caicó, Currais Novos, João Câmara e Pau dos Ferros, com destaque para a ampliação dos serviços de urgência e emergência em Santo Antônio do Salto da Onça e São Paulo do Potengi.

A diretoria da Coopmed ressalta que a interiorização dos leitos de UTI tem uma importância imensurável, pois abre caminhos para levar a medicina de ALTA/MÉDIA Complexidade para o interior do Estado.

O presidente do Cooperativa, Dr. Victor Vinícius de Almeida Ferreira, enfatizou que o projeto de interiorizado do cooperativismo é fundamental para levar medicina de qualidade a todo RN.

Estado

Hospital João Machado, Coronavírus e o atendimento psiquiátrico

O Hospital João Machado (HJM), em Natal, referência para o tratamento de doenças psiquiátricas, abriu, nesta sexta-feira (12), 10 leitos destinados a pacientes com Covid-19, para fortalecer o enfrentamento à pandemia no estado.

A enfermaria da qual os novos leitos fazem parte já conta com uma estrutura para a abertura de mais nove leitos e o plano final é chegar a um total de 36 leitos, dos quais 10 são de cuidados intermediários (UCI) e os demais clínicos, para estabilização de pacientes.

Além disso, já se encontra em obras uma ala para comportar 48 novos leitos clínicos também voltados ao tratamento da Covid-19.

O João Machado também irá dispor de 20 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), cujo processo de implantação está previsto para ser finalizado na próxima semana, pela empresa Avante Social, contratada pelo Governo do Estado também para se encarregar do gerenciamento desses leitos.

Do Blog: Ótimo que o Estado esteja ampliando os leitos para tratar a Covid-19. Mas que no caso do Hospital João Machado, não se perca seu foco, o tratamento de doenças psiquiátricas.

Leitos Hospital João Machado

Estado

Porta Fechada: Governo do RN regula entrada no Hospital Santa Catarina

A Secretaria Estadual de Saúde comunica que o Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina) passa a atuar, a partir desta segunda-feira (8), com sua porta clínica e cirúrgica regulada.

Ou seja: um paciente chegando ao hospital sem ser regulado, não vai receber atendimento.

O hospital receberá pacientes encaminhados das unidades básicas, unidades de urgência dos municípios e doentes com necessidade para internação em estado complexo, de acordo com a especialidade do hospital.

“Reforça, novamente, que: (1) o serviço é referência para gestantes com suspeita ou confirmação do novo coronavírus; (2) o serviço não é referência para casos clínicos de Covid-19; (3) a porta será regulada para casos clínicos graves não Covid-19 e cirúrgicos”, diz o release da SESAP.

Estado

Covid-19: Governo convoca profissionais para ampliar atendimento

Nesta terça-feira (26), o Governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do Estado um edital para contratação temporária de profissionais da saúde a fim de atender à demanda crescente de pacientes com Covid-19.

O Governo também vai ampliar a contratação de médicos, mas estes devem ser contratados por meio de empresas, cooperativas ou por realocação de profissionais do quadro para o enfrentamento à Covid-19.

As inscrições estão abertas a partir desta terça, 26, e se encerram às 23h59m desta quarta-feira, 27, sendo realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico https://selecao.saude.rn.gov.br/selecao/. Todo o processo de seleção será online, exceto o momento de apresentação dos documentos originais e assinatura do contrato, caso o candidato seja convocado.

Serão 1.138 vagas para profissionais de nível superior, médio e elementar, como Médico Diarista (Intensivista); Médico Plantonista; Médico Parecerista (Infectologista e/ou Pneumologista); Enfermeiro; Farmacêutico; Bioquímico / Biomédico; Fisioterapeuta; Técnico em Enfermagem;  Técnico em Radiologia; Técnico de Laboratório; Auxiliar de Cozinha, Copeiro, Cozinheiro, Higienista Hospitalar e Maqueiro.

Estado

SESAP havia sido informada sobre falta de leito para idoso que morreu por falta de UTI

O Senhor Asclepíades Jales de Macedo, 80 anos, natural da cidade de São Rafael, faleceu na última quarta-feira (20) por falta de um leito de UTI.

O paciente apresentava sintomas de Coronavírus.

A Prefeitura de Mossoró esclarece que a Central de Regulação de Leitos de Mossoró recebeu a solicitação por vaga de UTI no horário das 00h, do dia 19. Às 00h03 do mesmo dia foi respondida a solicitação, no entanto, não havia leito de UTI disponível e foi repassada a informação de que tão logo houvesse disponibilidade de vaga o paciente seria encaminhado. Segundo a central, naquele momento haviam 6 pacientes na fila. A responsabilidade da Prefeitura de Mossoró é regular, mas é preciso ter leitos disponíveis.

No horário de 11h38 da manhã a Secretaria do Estado de Saúde Pública, SESAP, pediu informações sobre os leitos, citando o paciente. Isso porque a Secretaria Estadual tem acesso por meio do sistema, que é integrado, e posteriormente informou que Sr. Asclepíades seria direcionado a Caicó, onde teria leito de UTI disponível.

Portanto, é inverídica a informação de que não houve conhecimento da SESAP. A Prefeitura reitera que todos os dados são acessados por meio do sistema e houve fluxo de informação do caso citado.

Pelo twitter, a secretária de Comunicação do Estado, Guia Dantas, fez postagens sobre o caso:

Guia

Estado

ONG contratada pelo Governo do RN para gerenciar UTIs abre inscrições para credenciamento de médicos

A ONG Avante Social, encarregada de implantar e gerenciar 30 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais do Rio Grande do Norte, abriu inscrições para credenciamento de médicos para atendimento nas unidades.

As inscrições seguem até o próximo dia 30, para os cargos de médico intensivista diurno e noturno, médico diarista diurno e noturno e médico infectologista diurno e noturno.

Os profissionais atuarão nos leitos que serão instalados no Hospital Colônia Doutor João Machado, em Natal, e no Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho, em Macaíba, em razão da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), ou para demais Hospitais de Campanha que poderão ser abertos no contexto de estruturação e operacionalização de leitos destinados ao atendimento emergencial aos pacientes com Covid-19, nos termos do contrato Nº 512/2020, firmado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Avante Social.

O interessado em se inscrever no processo de credenciamento deverá encaminhar Currículo vitae, constando o número da identidade, CPF, CRM, indicação da área em que pretende se cadastrar e cidade de preferência (Natal, Macaíba ou ambas), para o endereço eletrônico: gestao.financeira@avantesocial.org.br, com o assunto “Edital 18 – credenciamento de médicos – Natal/RN e Macaíba”.

Estado

Terceirizada responsável pela mão de obra do SAMU em Caicó esclarece falta de médico

A empresa que iniciou nesta quarta-feira (13) o serviço de fornecimento de mão de obra do SAMU de Caicó, esclareceu a Secretaria Estadual de Saúde sobre a falta de médico registrada pela manhã.

“Hoje, 13 de maio de 2020, a Contratada iniciou os serviços junto ao SAMU 192 RN, em virtude do contrato administrativo firmado nos autos epigrafados. 02. Ocorre que, por causa superveniente, absolutamente alheia à vontade ou ingerência desta empresa, o médico designado para exercer suas atividades no SAMU da região Seridó, informou, às 5 horas da manhã de hoje, que não poderia assim proceder, pois teria sofrido ameaças de que seria demitido do município no qual presta serviços, se iniciasse as atividades junto à Releecun”, diz trecho da nota.

Veja aqui a íntegra da nota da empresa RELEECUN SERVIÇOS EIRELI EPP enviada ao Secretário Estadual de Saúde.

Estado

Leitos públicos do Estado para Coronavírus estão com 100% de ocupação em Natal

Em coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (11), o secretário-adjunto de Saúde do Estado, Petrônio Spinelli, declarou que os leitos dos hospitais do Estado destinados ao tratamento de pacientes com Coronavírus atingiram 100% de ocupação.

De acordo com os dados apresentados, 32 pacientes aguardam transferências para internação.

Em Natal, a ocupação já é de 100%.

Em Mossoró, restam apenas duas vagas de UTI.

E em Caicó, de 20 leitos disponíveis, 15 já estão ocupados.

Preocupante.

Estado

Leitos de UTI Pediátrica do Hospital Maria Alice são reabertos

O Hospital Maria Alice Fernandes reabre nesta segunda-feira (11), a sua UTI pediátrica, após três anos fechada.

A reabertura ocorre após um trabalho do Ministério Público, Sesap e Coopmed-RN que assumiu a escala da Unidade Intensiva, de forma exclusiva.

De acordo com a direção do hospital, serão sete leitos disponíveis, sendo um de isolamento e 20 médicos especializados e capacitados para atuarem neste momento.

Estado

Preocupante: RN se aproxima da ocupação total dos leitos de UTI

Esta Tribuna do Norte trouxe uma reportagem nesta sexta-feira (08), mostrando a ocupação quase total dos leitos de UTI.

Em Natal, a ocupação é de 84,3%.

Já em Mossoró, a ocupação dos leitos já chega a 92,5%.

Isso tudo, apesar de sermos o sexto lugar no Nordeste em casos de Coronavírus.

Fica, portanto, o retrato de quão frágil é o sistema de saúde em nosso Estado.

Estado

Governo Federal habilita dez novos leitos de UTI para Hospital da PM

O Hospital da Polícia Militar vai ganhar nos próximos dias mais dez leitos de UTI, fruto do envio de equipamentos pelo Ministério da Saúde que também garantiu o repasse de R$ 1,6 mil para cada dia de ocupação de um leito.

E o Governo do Estado financiará os 50% restantes do valor necessário para a UTI funcionar diariamente, que ultrapassa os R$ 3 mil.

Estado

Governo do RN abre 10 leitos de UTI no Hospital da PM com apoio da da Assembleia Legislativa

O Governo do Estado abre nesta quinta-feira (30) dez novos leitos de UTI para reforçar a rede de tratamento dos pacientes com o novo coronavírus no Rio Grande do Norte. As unidades de tratamento estão instaladas no Hospital Coronel Pedro Germano, o Hospital da PM, e são frutos de investimentos coordenados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que contam ainda com R$ 540 mil alocados pela Assembleia Legislativa do RN exclusivamente para estes leitos.

Os equipamentos, insumos, respiradores e equipes voltados para o tratamento da Covid-19 foram adquiridos com recursos do Governo do Estado, dentro do esforço de combate à pandemia. Com essas unidades, a rede estadual alcança 105 leitos de UTI e 46 leitos clínicos exclusivos para pacientes confirmados ou suspeitos de terem contraído o novo coronavírus.

Saúde

Foto: Elisa Elsie

Política

Vivaldo cobra do Governo do RN continuidade do atendimento para pacientes de cardiologia e oncologia na pandemia

O deputado Vivaldo Costa (PSD) cobrou providências para que os pacientes de cardiologia e oncologia continuem com seus tratamentos durante a pandemia da Covid-19 no Rio Grande do Norte. O pedido do parlamentar foi feito durante pronunciamento em sessão ordinária remota da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (28).

“É fundamental, neste momento difícil e excepcional que o mundo está vivendo, que o poder público não poupe esforços visando preservar a saúde e a vida dos pacientes acometidos pela Covid-19 e, no mesmo sentido, adotar medidas de estímulo para que os pacientes das áreas de oncologia e cardiologia continuem a manter seus respectivos tratamentos”, defendeu Vivaldo.

De acordo com o deputado, o medo de ir ao hospital e acabar contraindo a Covid-19 tem prejudicado o tratamento de pacientes cardíacos e com câncer. O pedido foi encaminhado para a governadora Fátima Bezerra e secretário da Saúde Pública, Cipriano Maia.

Estado

Presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria divulga vídeo contra fechamento do pronto-socorro do Hospital João Machado

O Presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Antônio Geraldo, divulgou vídeo abordando novamente o fechamento do pronto-socorro do Hospital João Machado.

O vídeo está publicado nas redes sociais da ABP.

Estado

Sindicato exige que Sesap divulgue número de profissionais da saúde infectados por Covid-19 no Estado

O Sindicato dos trabalhadores em saúde do Rio Grande do Norte enviou um ofício à Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), nesta quinta-feira (23), solicitando um levantamento oficial em relação ao número de profissionais infectados pelo Covid-19. Os últimos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria não apresentam essas informações.

No dia 1º de abril, a Sesap divulgou que os profissionais de saúde do estado representam 37% dos casos confirmados de coronavírus. Até então, o RN registrava 92 pessoas infectadas. Destas, 34 eram trabalhadores da saúde.

Para o Sindsaúde RN, o Estado tem o dever de divulgar o número de profissionais da saúde infectados pelo Covid-19, assim como tem o dever de garantir a proteção a esses trabalhadores que têm sido linha de frente no combate ao novo coronavírus.

“É verdade que esse novo vírus possui um altíssimo potencial de transmissão, mas também é verdade que a vulnerabilidade dos trabalhadores da saúde está diretamente relacionada às suas condições de trabalho, a exemplo da falta de equipamentos de proteção individual. Em alguns hospitais, faltam até produtos para a higienização, como álcool e sabão para lavar as mãos. Na prática, é como se os profissionais fossem enviados para uma guerra sem nenhuma segurança. Em geral, faltam máscaras, luvas e aventais ou existem em quantidade insuficiente”, declarou Breno Abbott, Coordenador do Sindsaúde RN.

Estado

Nacional: Associação Brasileira de Psiquiatria se posiciona contra fechamento do pronto-socorro do Hospital João Machado

O Governo do Estado passa por mais um desgaste desnecessário ao fechar o pronto-socorro do Hospital João Machado.

A Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP – com mais de 42 mil seguidores no instagram – manifestou em público a sua preocupação com o fechamento do atendimento de urgência do Hospital Doutor João Machado, em Natal (RN).

“Seu fechamento caracteriza uma grande crise na assistência pública em saúde mental do Rio Grande do Norte”, diz a entidade médica mais seguida nas redes sociais em todo o Brasil.

Presidente da ABP, o Dr. Antônio Geraldo da Silva destaca que o fechamento da urgência do hospital é uma consequência do estigma, do preconceito contra os doentes mentais e, por isso inaceitável. “Não podemos tratar as doenças mentais como sendo de segunda categoria, com esse descaso, como se fossem doenças menores. Isso é grave, gravíssimo!”, destacou.

Estado

MP investiga restrições no acesso ao Pronto-Socorro do Hospital João Machado

O Ministério Público Estadual instaurou Inquérito Civil para investigar as implicações da restrição do acesso ao Pronto Socorro do Hospital Dr. João Machado e os impactos na assistência às urgências psiquiátricas.

Considerou que, em 30 de março de 2020 a Secretaria de Estado da Saúde Pública – SESAP – publicou uma portaria fechando o Pronto Socorro do Hospital João Machado para ampliação dos leitos de internação destinados aos pacientes com coronavírus, passando, a partir dessa data, a referenciar as urgências para as unidades básicas de saúde, Unidades de Pronto Atendimento-UPAS ou Pronto-Atendimentos Municipais;

Considerou ainda não estar clara a pertinência de tal medida, tendo em vista o grande volume de atendimentos já acrescidos às UPAS e aos Pronto-Atendimentos Municipais justamente em razão dos casos de coronavírus.

Estado

Conselho Regional de Medicina revela preocupação com possível falta de UTIs no RN

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) revelou nesta segunda-feira (13) preocupação diante da possibilidade de faltar leitos de Unidades de Terapias Intensivas (UTIs) no Estado para os pacientes graves infectados pelo novo Coronavírus. A informação foi compartilhada pelo presidente da entidade, o médico Marcos Lima, durante sua participação em mais uma reunião por videoconferência da Comissão de Enfrentamento ao Novo Coronavírus da Assembleia Legislativa.

“A preocupação é que se houver necessidade rápida de leitos de UTI, teremos óbitos evitáveis, casos de pacientes que não tiveram oportunidade a leitos de UTIs. É essa preocupação que a gente tem. Isso já deveria estar pronto, preparado, com equipe aguardando. Temos que torcer para que não aconteça. Mas, se acontecer, com a estrutura pronta esperando, vai facilitar vida de todos”, disse o presidente do Cremern.

Para suprir a falta de leitos, uma das medidas adotadas pelo Estado tem sido investir na construção de um Hospital de Campanha, que será montado na Arena das Dunas ao custo de R$ 37 milhões. Questionado sobre a necessidade desse investimento pelo deputado Tomba Farias (PSDB), Marcos Lima disse que esta ação não deveria ser a prioridade neste momento.

“Minha opção seria investir em toda a estrutura já existente no Estado. O Hospital de campanha seria uma exceção. Se chegássemos no limite da capacidade e fosse necessário algo extra, aí sim seria importante. Mas nós não temos isso, nossa realidade não é essa. Precisamos estruturar a rede atual. Com isso sendo insuficiente, justificaria um hospital de campanha”, explicou o médico.

D6326D3B-730B-40DB-91C8-4A59B370BC1E

Estado

Psiquiatra critica fechamento do pronto-socorro do Hospital Psiquiátrico João Machado pelo Governo do RN

No final de março, o Governo do RN decidiu fechar o pronto-socorro do Hospital Psiquiátrico João Machado, por uma decisão do Secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia.

“Fechar o pronto-socorro do Hospital Psiquiátrico João Machado é fechar o Hospital. A partir de agora, os pacientes buscam atendimento de urgência nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), sobrecarregando ainda mais essas unidades, atendidos por clínicos e não por psiquiatras, não recebendo o atendimento especializado”, critica o psiquiatra Leonardo Barbosa, Diretor Regional Nordeste da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Dr. Leonardo Barbosa critica a falta de sensibilidade por parte do Governo do Estado: “A governadora e o secretário Estadual de Saúde foram insensíveis com a Saúde Mental da população que necessita de atendimento psiquiátrico. E isso ocorre em plena crise de Coronavírus, que vai aumentar a demanda de problemas psicológicos”.

Estado

Governo do RN anuncia 40% de insalubridade aos profissionais de Saúde

Depois de ser ausência sentida e comentada na coletiva à imprensa de ontem (10), o Secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia, participou neste sábado (11) da apresentação do balanço das ações e medidas.

A novidade dessa vez não foi decreto.

Finalmente.

Durante o período da pandemia, todos os profissionais das unidades hospitalares, incluindo os que têm contrato temporário, que desempenhem atividade na assistência direta ao paciente receberão o auxílio insalubridade em seu teto máximo, 40%. Já os que trabalham em funções administrativas nessas unidades receberão 20%. A exceção é para os profissionais que, por pertencerem ao grupo de risco da doença, estão em teletrabalho (home office).

Foto: Demis Roussos

Foto: Demis Roussos