Estado

Caos no Hospital Tarcísio Maia

Nas redes sociais, vários relatos da falta de atendimento a pacientes no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, sem falar na falta de estrutura.

Internautas e até servidores falam em corredores vazios, por deixarem pacientes nas UPAs, aguardando atendimento.

Estado

Secretaria Estadual de Saúde promete pagar outubro de 2019 aos terceirizados

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informa que se reuniu com as empresas que prestam serviços terceirizados nos hospitais estaduais na manhã desta sexta-feira (17).

Na reunião, a Sesap reforçou que realizará a emissão da ordem bancária referente ao mês de outubro ainda na data de hoje e que, com isso, conta com o compromisso para o retorno imediato das atividades nas unidades hospitalares.

Estado

RN teve 91 animais com raiva até 30 de dezembro; 12 deles em Caicó

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (Suvam), atualizou os dados sobre a ocorrência de casos de raiva animal no Rio Grande do Norte. Até 30 de dezembro de 2019, foram confirmados, por diagnóstico laboratorial, 91 animais com a doença: 81 morcegos, cinco raposas, dois bois, dois cães e um equino.

Os casos foram registrados em 29 municípios do RN, entre os quais se destacam, por maior ocorrência, Santo Antônio (15), Caicó (12), Parnamirim (10), São Tomé (8) e Macaíba (7).

Estado

Escala da UTI Pediátrica do Walfredo Gurgel é normalizada

O Governo do RN, por meio da secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e a direção do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), informa que a Cooperativa Médica (Coopmed) aceitou cobrir os plantões dos dias 29 (dia), 30 (dia) e 31 (noite) da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica do HMWG. A unidade estava com redução no quadro de intensivistas pediátricos e, com a recomposição da escala, o hospital não deixará mais de receber novos internamentos nos próximos dias.

Também não haverá necessidade de transferência das crianças internas para outros serviços de saúde do RN e do próprio Walfredo Gurgel. Até o momento, uma criança já havia deixado a UTI Pediátrica e ocupado uma vaga na UTI Geral. O retorno dessa criança para o tratamento intensivo pediátrico já foi confirmado.

As falhas na escala ocorreram devido ao pedido de exoneração de dois intensivistas pediátricos do HWMG. Aliado a isso, também havia profissionais que solicitaram aposentadoria e outros que entraram de férias.

Natal

Prefeito faz acordo com médicos e greve da categoria chega ao fim

O prefeito Álvaro Dias se reuniu nesta terça-feira (24) com representantes da categoria de médicos do município de Natal.

Acordo fechado.

E a greve chega ao fim.

Na semana passada, o prefeito já tinha feito acordo com outras categorias da saúde que já tinham encerrado a greve.

Estado

Finalmente: Governo do RN e Varela Santiago assinam Termo de Convênio

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública, e o Hospital Infantil Varela Santiago, assinaram Termo de Convênio para apoio financeiro na manutenção da unidade, nesta terça-feira (3).

O convênio é de R$ 1,150 milhão e o valor será destinado para aquisição de medicamentos, material hospitalar, nutrição parenteral, abastecimento de água e energia elétrica, contribuindo para qualificar a assistência ofertada às crianças potiguares.

A transferência dos recursos ocorrerá em cinco parcelas de R$ 230 mil. “O secretário Cipriano Maia nos afirmou que a primeira parcela entrará antes do final do ano. As subsequentes serão liberadas a partir da comprovação da aplicação da parcela anterior que realizaremos”, explicou o diretor da unidade Paulo Xavier.

Do Blog: Após muita cobrança e possível paralisação de serviços, o Governo do RN, finalmente, assina o Termo de Convênio com o Hospital Infantil Varela Santiago.

Dr. Paulo Xavier, Manoel de Brito e Cipriano Maia

Dr. Paulo Xavier, Manoel de Brito e Cipriano Maia

Estado

Conselho Regional de Medicina solicita bloqueio de verba do Estado para concluir UTI do Hospital Tarcísio Maia

A ampliação do número de leitos de UTI no RN é uma conquista dos médicos do Estado representados pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte, sendo pleiteada desde 2013 através de uma ação civil pública, que encontra-se em fase de execução. Esta semana, em mais uma audiência na 4ª Vara da Justiça Federal, o CREMERN peticionou requerendo bloqueio de verba de quase R$ 1 milhão do Governo do Estado para conclusão da UTI do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

A estrutura física da nova UTI do Hospital Tarcísio Maia está praticamente finalizada e boa parte dos equipamentos necessários disponíveis desde o ano passado, faltando ajustes na obra e aquisições finais. As novas Unidades de Terapia Intensiva dos Municípios de Caicó, Pau dos Ferros e Currais Novos são resultados de bloqueio de verba peticionado na ação, que conta com o apoio dos Ministérios Públicos Federal e Estadual e com a sensibilidade da Justiça Federal, representada pela Juíza Dra. Gisele Leite.

No ano passado, graças à ação movida pelo Conselho, 60 novos leitos foram disponibilizados, reduzindo o grave problema da assistência ao paciente que necessita de cuidados intensivos. Ao final da ação civil pública movida pelo Conselho, serão 157 novos leitos. Audiências mensais são realizadas com a finalidade de tornar exequível a decisão judicial. A última audiência foi realizada na terça-feira (23), com as presenças dos representantes do CREMERN, o presidente Marcos Lima de Freiras, o vice-presidente Marcos Jácome e o assessor jurídico Klevelando dos Santos.

Estado

Hospital da PM passa a fazer parte da rede SUS e vai receber anualmente R$ 7,8 milhões do Ministério da Saúde

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública, assinou, na tarde desta quarta-feira (29), um Termo de Cooperação com a Polícia Militar que insere o Hospital Central da Polícia Militar Coronel Pedro Germano na rede do Sistema Única de Saúde do Rio Grande do Norte e estabelece parceria para o funcionamento pleno da unidade.

O Termo de Cooperação contemplou recursos financeiros no montante de R$ 7,8 milhões anual, de acordo com a Portaria nº 2.182 do Ministério da Saúde, e prevê a prestação de serviços de saúde ambulatorial e hospitalar, como assistência médica especializada, internação em leitos de enfermaria clínica e cirúrgica, UTI adulta e neonatal.

O hospital possui uma estrutura de 130 leitos, dos quais 20 são de UTI, sete salas cirúrgicas e um parque de diagnóstico com aparelho de endoscopia, densitometria óssea, ultrassonografia e raio-x.

Participaram do ato de assinatura do termo, o governador em exercício, Antenor Roberto, o secretário de saúde estadual, Cipriano Maia, o comandante Geral da PM, Alarico Azevedo Júnior, e o diretor de saúde da PM, coronel Roberto Duarte Galvão.

Foto: Demis Roussos

Estado

Governo nomeia 53 novos profissionais para a Saúde do RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte acaba de nomear 53 novos candidatos aprovados em concurso público para provimento de cargos efetivos a serem ocupados na Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). A lista de nomeados foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (19).

Entre os profissionais convocados estão 25 ortopedistas, nove neurologistas, 11 farmacêuticos e oito bioquímicos. Os nomeados devem estar atentos à documentação exigida, aos exames necessários e ao prazo para assinatura do termo de posse que deve ser feita até o dia 18 de dezembro.

A Sesap reforça que vem construindo um Termo Interno de Governança para que, com responsabilidade fiscal e de maneira organizada e planejada, possa continuar nomeando os aprovados no concurso realizado no ano de 2018.

Para conferir a relação dos novos servidores, bem como a documentação necessária, basta acessar o documento anexo ou acessar o site da Sesap (www.saude.rn.gov.br) e buscar pela aba “serviços”.

Estado

Estado é obrigado a custear tratamento de escoliose em adolescente carente

O Pleno do Tribunal de Justiça do RN, à unanimidade de votos, determinou ao secretário estadual de Saúde que providencie o custeio na rede privada de saúde do tratamento cirúrgico de uma adolescente que é portadora de escoliose e não dispõe de condições para arcar com o tratamento indicado pelo médico que a acompanha.

A determinação dos desembargadores do TJ é de que o tratamento cirúrgico seja realizado nos moldes requeridos e prescrito pelo médico especialista, sob pena do bloqueio da quantia apontada pela parte interessada como necessária para a realização da cirurgia. A adolescente foi representada em juízo pela sua mãe, que impetrou o Mandado de Segurança contra o ato supostamente ilegal do secretário estadual de Saúde.

Estado

Hospital Walfredo Gurgel está um caos

Com o Hospital Deoclécio Marques fazendo praticamente só consulta de urgência, sem cirurgia ortopédicas, o Hospital Walfredo Gurgel está um caos.

Os servidores pedem socorro.

Corredores lotados, falta de medicamentos e profissionais aflitos.

Estado

Dois novos casos de sarampo são confirmados no RN

Mais dois casos de sarampo acabam de ser confirmados no Rio Grande do Norte, passando para seis o total já registrado no Estado. De acordo com o novo Boletim Epidemiológico sobre a doença divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública, o número de casos notificados é 85, dos quais 52 foram descartados e 27 permanecem em investigação.

Os casos confirmados são de duas pessoas do sexo masculino, um com 30 anos, de Natal, e o outro com 29 anos residente em Parnamirim. O paciente de Natal teve contato com o homem de 54 anos, primeiro caso de sarampo no Estado registrado em julho deste ano e que teve histórico de viagem a São Paulo. Já o homem de 29 anos teve o caso notificado em setembro, também após viagem à cidade paulista.

Os outros já confirmados e divulgados anteriormente pela secretaria foram uma criança de 6 anos, do município de Macaíba, uma criança de 1 ano e 6 meses, residente no município de Tibau do Sul – em ambos os casos a fonte de infecção ainda está em investigação –, e de uma mulher de 19 anos, do município de Extremoz que também teve contato com o senhor de 54 anos.

Estado

Governo do RN atrasa repasse ao Hospital Varela Santiago e deputado cobra na Assembleia

Em pronunciamento realizado na sessão plenária desta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) cobrou do governo do Estado os repasses, de forma imediata, dos recursos direcionados para o Hospital Infantil Varela Santiago. De acordo com o parlamentar, existe um perigo iminente das cirurgias realizadas naquela unidade hospitalar serem suspensas em virtude desse atraso.

Getúlio denunciou ainda que até agora o contrato do Hospital Varela Santiago não foi assinado com o governo. “Tudo parece estar sendo feito propositalmente. Bloquear o atendimento do Varela Santiago é um crime contra as crianças do RN. Além disso, está faltando respeito com a instituição e com um trabalho sério que é desenvolvido naquela unidade hospitalar”, disse Rêgo.

O parlamentar cobrou o cumprimento da palavra dada, por parte da governadora, Fátima Bezerra, e do secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, à direção do Hospital Infantil Varela Santiago, no dia 1º de julho.

Estado

Leite especial em falta na Unicat

Começa a grita com a falta de medicamentos e alimentações especiais na Unicat.

Está faltando o Neocate, leite especial para crianças menores de 2 anos que tem alergia.

Centenas de crianças no estado todo estão sem tomar o leite porque os pais não tem como comprar devido ser muito caro.

Tem tipo do leite que custa mais de R$ 1.000,00.

Estado

Em nota, Sesap garante que Hospital Deoclécio Marques não deixará de realizar cirurgias ortopédicas

Nota – Cirurgias ortopédicas no Hospital Deoclécio Marques

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informa que o Hospital Deoclécio Marques não deixará de realizar cirurgias ortopédicas.

No último dia 31 de outubro, foi encerrado o contrato que previa a realização de procedimentos pela Coopmed nessa unidade de saúde. Ressalta-se que não havia a possibilidade de renovação, pois o contrato já estava em excepcionalidade, e que as negociações com a cooperativa já vinham sendo realizadas.

Existe, atualmente, um processo licitatório para contratação de empresa para realização de plantões de ortopedia. Além disso, também está em tramitação chamada pública para contratação de empresa para realização de procedimentos cirúrgicos, incluindo ortopedia.

Até que os processos sejam concluídos, uma equipe de ortopedistas estatutários da Sesap realizará as cirurgias no Hospital Deoclécio Marques. Importante salientar que está vigente o contrato com prestadores da rede privada para realização de cirurgias ortopédicas.

Os serviços de ortopedia dos Hospitais Walfredo Gurgel, Deoclécio Marques e Ruy Pereira funcionarão de forma integrada para atendimento da demanda, com reorganização dos fluxos de atendimento.

Destaca-se, ainda, que está prevista a nomeação de 134 novos médicos servidores, sendo 42 ortopedistas.

Estado

População do RN perde o hospital com maior fluxo de cirurgias ortopédicas

O Hospital Regional Deoclécio Marques teve o serviço de ortopedia encerrado pelo Governo do Estado na tarde desta segunda-feira (04), após reunião com a Cooperativa Médica do RN – Coopmed-RN.

O Hospital concentra o maior serviço de ortopedia do estado, com mais de 100 pacientes internos aguardando cirurgia, realizando 2.500 atendimentos ambulatoriais ao mês e realizava 6 mil cirurgias ou procedimentos ortopédicos por ano.

O motivo foi o fim do contrato com a Coopmed que encontrava-se em trâmite desde o início do ano. Na ocasião, o Estado alegou impossibilidade de remanejamento de plantões já licitados.

A equipe de ortopedia não se responsabiliza pelas cirurgias a partir das 7h desta terça-feira (05), em virtude da não realização de licitação e nem renovação do contrato.

A reunião foi conduzida por funcionários da Secretaria sem a participação do secretário Cipriano Maia e nem do adjunto Petrônio Spineli.

O Deoclécio Marques foi fundado em 2004 pela então Governadora Wilma de Faria e é um Hospital referência em ortopedia, sendo um dos serviços mais requisitados atualmente pela população do Estado.

É o responsável pela resolução dos casos mais complexos de cirurgias ortopédicas, como cirurgias de pélvis e acetábulo, cirurgias essas não realizadas por outros prestadores contratados pela Sesap.

Estado

MP emite recomendação a SESAP sobre plantões médicos

O Ministério Público Estadual emitiu um recomendação a Secretaria Estadual de Saúde em torno dos plantões médicos.

Se baseou nos achados da Auditoria da CONTROL/RN (Controladoria Geral do Estado) realizada no período compreendido entre 12/12/2018 e 28/02/2019, no Hospital José Pedro Bezerra; Complexo Estadual de Regulação do SUS – Natal; Central de Demandas Judiciais; Hospital Dr. Deoclécio Marques de Lucena; Hospital Central Coronel Pedro Germano e o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel – com o fim de analisar o cumprimento de jornada pelos profissionais médicos efetivos, temporários ou cooperados; verificando-se, ainda, a regularidade de pagamentos de plantões eventuais e adicionais de insalubridade, periculosidade e noturno.

Considerou também que em todas as unidades auditadas constatou-se várias irregularidades, como: divergências entre as escalas médicas publicadas e as escalas médicas efetivamente cumpridas; o quadro de profissionais médicos efetivos lotados nos hospitais difere das escalas de plantões publicadas; afastamento de servidores sem o devido processo administrativo; pagamento indevido ou ausência de pagamento dos adicionais de insalubridade, noturno e periculosidade, larga utilização do plantão eventual, cuja hora de trabalho é remunerada de forma mais onerosa pela SESAP, dispêndio de recursos de alta monta com a contratação de plantões por cooperativas médicas;

E ainda que a Auditoria constatou a falibilidade e total ausência de credibilidade no controle de frequência dos profissionais médicos, em razão do não funcionamento do Ponto Eletrônico – sistema de controle de acesso biométrico baseado em impressão digital -, que foi instituído através do Decreto Estadual nº 25.731/2015, ficando a sistemática de controle da frequência mediante livro de ponto ou livro de ocorrências, favorecendo sobremaneira a ocorrência de fraudes, sem mencionar a possibilidade de extravio de tais documentos;

Por isso, o MP fez as seguintes recomendações ao Secretário Estadual de Saúde:
a) revogue as Portarias Administrativas nºs 321/2013, 222/2014 e 223/2014, as quais se referem a parametrização dos plantões médicos nas unidades hospitalares no âmbito da SESAP;
b) no caso de entendimento pela manutenção das referidas normas, que seus efeitos legais sejam suspensos até a reinstalação do controle de acesso biométrico baseado em impressão digital – Ponto Eletrônico;
c) Adotem providências para corrigir as falhas no controle de frequência dos servidores efetivos médicos, até a reinstalação do controle de acesso biométrico baseado em impressão digital – Ponto Eletrônico;
d) Adotem providências para corrigir nas seguintes falhas: escalas médicas publicadas diferem das escalas médicas efetivamente cumpridas; o quadro de profissionais médicos efetivos lotados nos hospitais difere das escalas de plantões publicadas; afastamento de servidores sem o devido processo administrativo; pagamento indevido ou ausência de pagamento dos adicionais de insalubridade, noturno e periculosidade.