Iberê Ferreira de Souza vem enfrentando muitos desafios como governador.

Um Governo completamente “desgastado e desarrumado”.

Foi assim que Iberê recebeu o Governo das mãos de Wilma.

O déficit deixado pela ex-governadora Wilma de Faria nas contas do Estado foi de 200 milhões.

Ontem (1), o governador reuniu sua equipe e determinou medidas a serem tomadas.

A demissão de funcionários fantasmas, aqueles que ganham sem dar expediente, será uma delas.

*Com informações do Novo Jornal