0

Estudantes do Colégio das Neves publicaram carta aberta à Governadora do Rio Grande do Norte, pedindo o retorno das aulas presenciais para todos os níveis, nas escolas públicas e privadas, e expondo as dificuldades do ensino remoto.

Outras escolas particulares de Natal como o CEI, Marista e Porto se reúnem na próxima quarta-feira, 5 para pensarem formas de sensibilizar o Poder Público da necessidade do retorno das aulas presenciais, assim como todos os protocolos que se propõem a cumprir na reabertura das aulas.

Na carta, o apelo dramático fala em … desmotivação com o Decreto em vigor assinado pela Governadora Fátima, proibindo aulas presencias para uma grande parcela da comunidade estudantil:

“Desmotivação. Essa é a palavra que cerca diversos estudantes e profissionais atualmente.

Tentamos e tentamos todos os dias, mas já se tornou algo extremamente exaustivo.

Pedimos para que parem de disputas ideológicas e trabalhem em conjunto para o bem comum.

Afirmar que o ensino remoto supre as necessidades é mais uma prova do negacionismo público.”

Além do encontro, também foi solicitada uma audiência com o Governo do Estado, em que os representantes das escolas planejam reafirmar o desejo do retorno às aulas.

TL CONTA MAIS 

Não é demais lembrar que o Comitê Científico do LAIS já atestou a possibilidade segura das aulas presenciais.

O Ministério Público também, inclusive com ação civil pública, que terminou vencendo na primeira instância, mas sendo derrubada pelo STF. que já se manifestou pela vigência do Decreto menos flexível.

Assim, o único caminho para reabertura fica restrito ao convencimento da Governadora do Estado.

Comentários do Site

  1. J Fortaleza L Filho
    Responder

    Libera Fátima. Lamento pelos professores e ASGs das escolas que estarão largados a própria sorte. Mas quem se importa?

  2. Sol
    Responder

    É nessas horas que a gente prova, na prática, a desigualdade social. Observando claramente a educação. Vejam. Escolas paticulares, em sua maioria, tem condições sim de retorno às aulas. Pois, há condições estruturais, sanitárias, organizacional e econômica. Já ,as escolas públicas, em sua maioria, está muito longe dessas condições. Olha só o buraco educacional e social que há!!!! É lamentável!!! Se a educação fosse prioridade em todos os governos, certamente, com pandemia ou não, a situação seria outra. Será que daqui para frente não vão pensar melhor?Muda Brasil!!!

  3. Ricardo Alves
    Responder

    Eu realmente acho que as pessoas estão com amnésia ou estão fazendo drama. Sem querer defender a governadora, mas ela mesma liberou a volta às aulas semana passada e logo em seguida o STF revogou a decisão. É muito fácil alunos de uma escola particular, de classe média alta pedirem a volta às aulas presenciais, e ainda falando por todo o restante dos alunos do estado, quando na verdade, nenhuma escola pública tem condições de receber alunos, dada a falta de recursos físicos e financeiros e ainda mais quando sequer os professores foram vacinados. Já pensou nas aglomerações de alunos? Esses alunos que querem o retorno às aulas, já pensaram que em casa existem pessoas com comodidades que nem sabem quando serão vacinadas? Já pensaram que os professores não terão condições psicológicas de controlar verdadeiras multidões de crianças e adolescentes? É muito fácil falar e escrever carta aberta, o difícil é se colocar no lugar dos outros e entender que 90% dos alunos do estado não estudam em escola particular nem são riquinhos enclausurados que querem sair de casa a qualquer custo, promovendo aglomerações desnecessárias em um momento em que o resto do mundo clama por isolamento social e vacinas. Está na hora de aprenderem a ter empatia, a grande maioria do nosso povo sequer condições mínimas de ter 3 refeições diárias dignas. Quem tem condições de pagar milhares de reais todos os meses para estudar em escola particular tradicional não faz ideia do que é o ensino público e de quem precisa dele. Um recadinho para essa gente: “saiam da bolha em
    que vivem e encherguem a realidade do mundo aqui fora!!!”

    • Suerda
      Responder

      Olá dinheiro não faltou pra as escolas está em dias o que falta e bom senso pois um diretor vem na televisão falar que não pode usar ar-condicionado e que no colégio não tem como ventilar normal aí te pergunto o que falta? Vou te responder e tirar o salário deles num instante eles voltam

  4. Gregório
    Responder

    Pensei, rapidamente, que eram estudantes de escola pública suplicando isso. Mas, vi que (lógico) eram estudantes de escola privada e possivelmente classe média e média alta, onde os papais tem dinheiro pra comprar, no mínimo, uma máscara N95. É deixar a própria sorte a verdadeira realidade dos estudantes do ensino público, principalmente àqueles que moram e estudam nas zonas rurais. Lembrando que, certamente, nessas escolas citadas na matéria deve ter psicólogos ou psicopedagogos disponíveis pra tratar a saúde mental desses jovens. Na pública, será que a realidade é essa também? Por fim, adorei a narrativa do texto ao dizer “apelo dramático” (com ironias).

  5. KLEYTON BASILIO CHACON
    Responder

    Infelizmente os alunos de uma única escola privada não representam toda a classe estudantil que “descrevem o inverso” ! Vale salientar a maioria destes alunos possuem “plano de saúde” e que por outro lado algumas escolas estão sendo prejudicadas “financeiramente” e isso é apenas a confirmação de um fato ! Sabemos que muitos funcinários – ASG´s, pofessores e outros mais estão sendo prejudicados pela quebra financeira das instituições privadas, porém, não iremos servir de cobaia para o COVID 19 em virtude de “desejos” da classe alta !

  6. Sergio Vale
    Responder

    Esse Desgoverno vai acabar com o nosso RN, ano que vem vai ter o troco que merece.

  7. Maria da Guia de Medeiros Garcia
    Responder

    Como o bem SAÚDE, o bem ESCOLA é essencial e imprescindível. O retorno as aulas, se reveste de tamanha importância, que não deveria contar, partido político, ideologia, ou qualquer sentimento negacionista. O futuro do país esta no fundo do poço. Volta as aulas é questão de bom censo. Apenas isto. Bom censo.

  8. Glaucius Germano de lucena
    Responder

    Infelizmente,esses que chamamos de governo não resolvem nossos problemas

  9. PedroArtur
    Responder

    O que nao tem eh governo para administrar bem os recursos para educaçao, porque a prefeitura de Monte Alegre RN voltou com as aulas e deu uma liçao de como administrar bem esses recursos , entendeu agora o meu comentario.

  10. observanatal
    Responder

    Lobby. Usando, inclusive, os alunos. Eles, os alunos, devem achar que participam de um grande momento pró-educação. Falta realidade social.

Deixe um comentário