RJ - MILÍCIAS DIGITAIS/STF/ROBERTO JEFFERSON/PRISÃO - POLÍTICA - Movimentação em frente à sede da Polícia Federal do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (13), onde o ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, foi levado para prestar depoimento após ter sido preso nesta manhã. O ex-deputado foi detido no âmbito do inquérito sobre organização criminosa digital contra a democracia, as chamadas milícias digitais. O mandado é de prisão preventiva, no qual não há prazo estipulado para acabar e a autorização partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Além da prisão, a PF ainda faz buscas na casa do ex-deputado, para apreender armas, munições e aparelhos eletrônicos. Jefferson é aliado do presidente Jair Bolsonaro. 13/08/2021 - Foto: PAULO CARNEIRO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do Metrópoles 

O ministro Alexandre de Moraes cobrou nesta segunda-feira, 18,  explicações do governo do Rio de Janeiro e do Hospital Samaritano Barra por um vídeo em que o ex-deputado Roberto Jefferson, preso, divulgou na última quinta-feira , 14.

No vídeo, publicado pela coluna no sábado Jefferson disse, segurando uma Bíblia:

“Oro em desfavor do Xandão”, em referência ao ministro que determinou sua prisão em agosto.

Moraes afirmou que Jefferson descumpriu medidas restritivas que haviam sido impostas por decisões do STF.

O ministro deu 24 horas para que o hospital e a Secretaria de Administração Penitenciária fluminense expliquem como aconteceu a gravação e a divulgação do material.

Denunciado pela PGR, Jefferson foi preso em 13 de agosto, suspeito de integrar uma organização criminosa digital para atacar a democracia.

De 4 de setembro até a última quinta-feira (14/10), ficou internado no Hospital Samaritano Barra, onde passou por um cateterismo. Desde então, o presidente do PTB está detido na prisão Bangu 8, também no Rio de Janeiro.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Pela frase de oração em desfavor, já vemos que Bob não tem o mínimo de espírito cristão. O senhor que ele serve não é o Senhor de amor, de correção, de honestidade, não é Jesus. Bob serve ao capeta, claramente.

Deixe um comentário