17 de maio de 2024
ABZ PLATAFORMA

Saiba como moda do Rio Grande do Norte impacta no Minas Trend

POR AUGUSTO BEZERRIL

@augustobezerrril

[email protected]

A moda potiguar volta atenções para o Minas Trend. Por lá, o Sebrae/RN apresentou em estande o projeto Natal Pensando Moda, que tem como mentor Alexandre Herchcovitch. O espaço abriga as marcas Areia Dourada, Dormire di Luna, Human, MJ Design, Ravenna e YSA. Para entender o significado da ação é preciso entender mais sobre o evento realizado há 15 anos em Belo Horizonte. Lançado como base de lançamento de coleções de preview, o Minas Trend conquistou compradores logo ao unir desfile e salão de negócios num mesmo lugar, inicialmente em Nova Lima, grande Belo Horizonte. A partir de um gestão de eventos da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), o Minas Trend consagrou-se pela logística impecável, especialmente no convite de compradores, imprensa especializada e ações em lugares estratégicos de Belo Horizonte. Com participação na primeira edição do Natal Pensando Moda e no Fashion Rio, Sheila Morais, então SD Design, representava o Rio Grande do Norte e Sebrae/RN. Assim como o Minas Trend, Sheila Morais se converteu em um dos nomes mais importantes no segmento de acessórios no Brasil. E um espaço obrigatório para compradores no salão de negócios. Também com apoio do Sebrae/RN, Palone Leão, após estrear no Minas Trend, se converteu em campeã de collabs com grifes importantes e uma das mais badaladas designers do Brasil. Com base em Caicó, a Morena Canela é expoente do poder potiguar em acessórios. Ser potiguar, é ser sinônimo de qualidade no Minas Trend.

PODER EM MINAS

Palone Leão, além de se converter em um dos maiores nomes da moda brasileira, é um case crucial para entende como uma participação no Minas Trend tem o poder de direcionar uma empresa rumo ao sucesso de vendas e consolidação da marca. Há cerca de 7 anos, a Palone Design tinha um estande standard no Expominas e exibia coleção de verão e réveilllon cuja a campanha publicitária era protagonizada no Janine Faria. Descoberta pela imprensa especializada, Palone se converteu no espaço mais visitado no setor de acessórios do Minas Trend. Passou a criar em colaboração com grifes como a mineira Skasi. Hoje, a Palone Design exibe na edição do Minas Trend collabs coleções em colaboração com a Pat.bo (grife mineira e brasileira que veste Beyoncé e desfila na Semana de de Nova York), Oasis – grife de estilo resort e cuja coleção com a Palone tem o “sol” como tema. E para celebrar a união Minas com Bahia, Eduardo Amarante ( um dos poucos estilistas brasileiros a ter mais 1 milhão de seguidores) convidou Palone Leão para criar os acessórios da coleção Canto da Cidade, cujo desfile teve show de Daniela Mercury. “O Minas Trend é muito importante para Palone Design. E, para mim, é muito feliz mostrar criações que tem o DNA do Rio Grande do Norte“, diz Palone.

NATAL PENSANDO MODA

Numa iniciativa do Sebrae/RN, o Rio Grande do Norte voltou a impactar no Minas Trend na tarde de terça-feira, 24, no maior Salão de Negócios em moda do Brasil. Alexandre Herchcovitch participou de talk e colocou o Natal Pensando Moda na agenda dos fashionistas do Brasil. O desfile do projeto, agendado para 09 de novembro, logo se converteu em save the date do desejo da moda brasileira. O que é mais mais importante? O Sebrae/RN está possibilitando que os novos talentos do estado estejam dentro desse movimento ao apoiar a participação de seis marcas locais no Salão de Negócios do Minas Trends. As empresas estão reunidas em um espaço colaborativo do projeto “Natal Pensando Moda” no Minascentro, londe acontece a semana de moda mineira. É uma oportunidade mais que promissora para as grifes Areia Dourada, Dormire di Luna, Human, MJ Design, Ravenna e YSA ganharem visibilidade e conquistar compradores de outras regiões do Brasil. Com a logística de convidar multimarcas pelo Brasil, o Minas Trend é considerado o melhor showroom para grifes no Brasil.

PENSANDO MINAS

Sem um line up de desfile e com a mudança do Expominas para o Museu da Moda, prédio icônico da região central de Belo Horizonte, o Minas Trend deixou impacto de uma agenda de desfiles e ativações, momentos em que lugares icônicos de Belo Horizonte despertavam o desejo de comprar e conhecer mais da moda nos horizontes mineiros. Assim como Rio e São Paulo, a moda começou a pensar no que é moda. Para alguns expositores, o modelo mais enxuto em número de expositores e foco no showroom traduz-se na manutenção de bons resultados nas vendas. Moda é feita é para vender. E a FIEMG cuida para que os lojistas chegam e conheçam o melhor da produção mineira e brasileiro. Antes do Minas Trend, o mercado natalense, por exemplo, era dominado por grifes do Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje , as multimarcas exibem com orgulho nomes tais Pat.Bo, Eduardo Amarante, Skazi e Victor Dzenk. Natal é uma das muitas cidades de onde saem compradores convidados do salão de negócios. Se buscarmos o dado histórico há um um dado desafiador para os pensadores da moda. Todas as grifes citadas como sucesso ganharam projeção a partir da passarela do Minas Trend. Sim, no tempo em que se via o desfile, a imprensa e os influencers mostravam em imagens e textos. Os compradores também eram estrelas máximas do fashion show. E, claro, compravam no espaço das grifes fazendo do Minas ser, por assim dizer, trend. E business.

Fotos Edy Fernandes + Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *