21 de abril de 2024
Notícias

Complexo Turístico da Redinha é aposta para o desenvolvimento da
Zona Norte

Projetado para ser um dos grandes indutores do desenvolvimento
socioeconômico da Zona Norte, o projeto do Complexo Turístico da
Redinha está em plena execução. Dividido em cinco lotes, os serviços
executados na rua Maruim são os que se encontram em estágio mais
avançado, com aproxidamente 30% do cronograma previsto atingido. Já
foram feitas as partes de drenagem, alguns trechos de calçadas e a
compactação de bases da via. A alça de acesso à rua que seguirá até a
praia da Redinha também está próxima de ser concluída. Os
investimentos da Prefeitura de Natal em parceria com o governo federal
na região são de R$ 25 milhões.

Obra viária na Redinha – foto Alex Régis


Ainda na rua Maruim, o segundo trecho da via já está sendo executado
na região do antigo acesso à Balsa da Redinha, contemplando cerca de
730 metros de pavimento asfáltico, calçadas padronizadas, arborização,
ciclorrotas e moderna iluminação. Ao final dos trabalhos, a nova via será
completamente remodelada, recebendo pavimentação asfáltica com
duas faixas de rolamento em cada sentido, separadas por uma ciclovia
em canteiro central, amplas calçadas arborizadas em toda sua extensão,
além da construção de uma praça com academia para os moradores da
região. Só nessa etapa de requalificação da rua Maruim, estão sendo
investidos R$ 5,5 milhões. O espigão (quebra-mar) também conta com
serviços. Todo o serviço de iluminação da via já foi concluído com a
instalação dos novos postes e fiação.
“Essa é uma das obras mais emblemáticas que estamos realizando. O
propósito é transformar a vida dos moradores e empreendedores da
Redinha e de toda a Zona Norte. Estamos criando um novo polo de
desenvolvimento da nossa cidade, modificando uma região promissora
que nunca teve um olhar tão especial como o que estamos dando.
Vamos potencializar o turismo local, atrair novos negócios, fortalecer os
que aqui existem, valorizar a região, gerar emprego, renda e
oportunidades. O futuro que se avizinha é promissor”, celebra o prefeito
Álvaro Dias.
O grande símbolo dessa nova fase no futuro será o Mercado Público da
Redinha. As antigas e precárias instalações foram demolidas para dar
lugar a um equipamento público moderno. O mercado remodelado

contará com dois andares com 29 boxes, seis restaurantes, praça de
alimentação, mirante, píer e deck para embarcações e varanda
panorâmica. Além disso, o Clube da Redinha será transformado em
Centro de Artesanato com quatro lojas externas e cinco quiosques
internos. A Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes terá nova cerca e o
quebra-mar (espigão) terá um mirante. Enquanto as obras estiverem em
andamento, os atuais permissionários que trabalham no espaço
receberão um auxílio do Município.
Os demais lotes das obras do Complexo contemplam a requalificação do
sistema de defesa costeira (com enrocamento aderente) da Praia da
Redinha, do trecho do rio Potengi, a urbanização e drenagem do
entorno do Mercado Público da Redinha; a reestruturação viária do
antigo acesso à Redinha, com capeamento asfáltico e execução do
passeio com acessibilidade do trecho da av. Doutor João Medeiros Filho
a partir do viaduto da Redinha até o entroncamento com a rua Francisco
Ivo, rua José Herôncio de Melo, a partir da rua Francisco Ivo até a rua
Engenheiro Clóvis Aragão. Inclui ainda a rua Engenheiro Clóvis Aragão, a
partir da rua José Herôncio de Melo até a av. João Medeiros Filho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *