17 de abril de 2024
Geral

Fugitivos escalaram luminária e cortaram cerca de presídio em Mossoró, dizem fontes

Os dois presos que escaparam do presídio de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte, fugiram às 3h17 da madrugada, apurou a CNN. Os fugitivos escalaram uma das luminárias, tiveram acesso ao teto, cortaram a cerca e pularam. Ao contrário da penitenciária de Brasília, o presídio de Mossoró não tem uma muralha para contenção.

Os investigadores trabalham com a possibilidade de falha humana ou cooptação. Isso porque ainda não há respostas sobre como eles atravessaram pelo menos 3 portas – cela, corredor e pátio – e como burlaram o circuito fechado de câmeras de TV.

O Ministério da Justiça suspeita que uma obra no pátio do Presídio Federal tenha diminuído a segurança da unidade, acarretando a primeira fuga do Sistema Penitenciário Federal. Segundo integrantes do Ministério, por conta da obra, um detector de metais estava desativado e os agentes penitenciários não estavam passando pelo procedimento, então poderia entrar com material que normalmente é proibido.

“A estrutura não é simples, tem até monitoramento”, disse um policial em relato reservado à CNN. As autoridades trabalham numa apuração rigorosa dos fatos para resgatar a credibilidade do sistema que, em 20 anos, nunca registrou uma fuga.

Os dois foragidos são ligados ao Comando Vermelho. Procurado, o Ministério da Justiça não comentou.

Fonte: CNN