2 de março de 2024
Nota

Escola da Assembleia começa o ano encarando novo desafio

 

A Escola da Assembleia Legislativa começa o ano com o desafio de realizar uma revisão no seu Projeto Político-Pedagógico, aprovado pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza, para ajustá-lo aos novos desafios da sociedade, em promover a crescente eficiência da organização do Estado.

As instituições que atuam nessa área, em sua maioria, estão voltadas para a formação dos integrantes da “Ponte de Comando” do grande “navio” que é o Estado, e não para os operadores da “Casa de Máquinas”, que, na realidade, “tocam o barco” e fazem as coisas acontecerem, disse José Bezerra Marinho, diretor da Escola.

Dos 11 milhões de Servidores Públicos – continuou – em todos os níveis de governo, apenas 450.000 estão operando a “Casa de Máquinas” e precisam ter acesso ao mesmo padrão de formação que hoje é oferecido àqueles da “Ponte de Comando”, que possuem acesso a melhor formação.

Tomemos nova Lei de Licitações, a já famosa Lei 14.133/2021. Vai entrar em vigor em 1° de janeiro próximo, dentro de 21 dias, e traz com ela uma série de princípios e requisitos que precisam ser compreendidos e atendidos pelos operadores da administração pública, a turma da “casa de máquinas”. E a Escola da Assembleia, segundo Marinho, se prepara para atender esta realidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *