22 de fevereiro de 2024
Nota

RN ou Piauí: Polêmica sobre maior cajueiro do mundo vai sambar na Sapucaí

Sensação do pré-carnaval, o samba que embalará a Mocidade Independente de Padre Miguel na Marquês de Sapucaí trata do caju, enredo escolhido pela escola para 2024.

Entre os versos, que agitaram a “Cajufolia”  um deles cita os dois primeiros nomes do presidente Lula (“E nessa terra onde tamanho é documento / Vou erguer um monumento para seu Luiz Inácio”), que, na verdade, trata-se de um homônimo.

ONDE O MAIOR? 

Há espaço para carnavalizar até uma disputa pelo título de maior cajueiro do país, quando Luiz Inácio (Oliveira) é citado na história.

Esse é o nome do pescador que plantou a árvore no fim do século XIX, na praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim (RN), segundo a história oral.

Luiz Inácio teria ainda morrido sob seu enorme pé de caju, que se destaca pelo crescimento para os lados, ocupando uma área de cerca de 8.500 metros quadrados.

A sua extensão o fez entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes, como maior cajueiro do mundo.

Mas em Cajueiro da Praia (PI), cidade que tem nome inspirado no tamanho da árvore, a prefeitura local requisita o título de maior pé de caju do mundo para si.

PESCADOR QUE VIRA PRESIDENTE 

Ainda sobre a polêmica da Mocidade, que cita um Luiz Inácio em seu samba. A escola diz se tratar de um pescador homônimo do presidente, que plantou anos atrás o maior cajueiro do mundo no Rio Grande do Norte.

Mas a coincidência dos nomes vai ser apimenta- da na Sapucaí: o pescador virá com uma faixa presidencial estilizada e tudo.

Fonte: O Globo 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *