Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Militar nesta quarta-feira (21) resultou na prisão do espanhol Charles Neves, sócio de uma boate em Ponta Negra, na zona Sul de Natal. Ele estava foragido da Justiça do Ceará, onde responde por envolvimento em um esquema de exploração sexual.

O espanhol foi localizado após um telefonema ao Disque-Denúncia 127, do MPRN. No Ceará, ele responde pelo crime de induzir ou atrair alguém à prostituição.

O mandado de prisão contra Charles Neves foi expedido pela Justiça do Ceará em janeiro de 2018. Ele será levado para Fortaleza, onde será entregue ao Poder Judiciário local.

Em 2005, ele foi interrogado pela CPI da Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes da Assembleia Legislativa do Ceará, sendo denunciado pelo Ministério Público cearense, em processo que corre em segredo de Justiça na 12ª Vara Criminal de Fortaleza.