No município de Penaforte (CE), o presidente da República, Jair Bolsonaro acionou, nesta sexta-feira (26), a comporta do Eixo Norte do projeto de integração do Rio São Francisco que permite a chegada das águas ao Ceará.

O Eixo Norte levará água para 220 cidades da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte beneficiando 6,5 milhões de pessoas. Com a ação, a água que já abastece o Reservatório Milagres, em Pernambuco, passa pelo Túnel Milagres e começará a encher o Reservatório Jati, que fica no Ceará. A água seguirá, por fim, até a Paraíba e Rio Grande do Norte, com previsão de chegada para 2021.

Após acionar a comporta da Estrutura de Controle de Milagres, o presidente disse que a obra leva água a quem realmente precisa e vai impulsionar a atividade econômica.

“A agricultura, irrigar terras, levar água para a casa do cidadão nordestino que sempre teve carência disso. E é uma novela enorme que está chegando ao fim”, disse. A obra de integração das águas do Rio São Francisco foi iniciada em 2007. O projeto inicial se deu ainda no Governo de Itamar Franco, época em que o potiguar Aluízio Alves era Ministro da Integração Regional.

O presidente lembrou que foi uma decisão de governo concluir obras que sofriam com descontinuidade. “Foi recomendação desde o início do governo que não deixaríamos nenhuma obra parada. Isso faz parte desse compromisso nosso e a gente fica muito feliz de trazer água para quem realmente precisa”, afirmou.

Bolsonaro viajou ao Ceará acompanhado dos ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, da Agricultura, Tereza Cristina e do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno.

Do Rio Grande do Norte, além do Ministro Rogério Marinho, os deputados federais General Girão e Beto Rosado acompanharam a agenda.

Presidente acionou a comporta do Eixo Norte do projeto de integração do Rio São Francisco que permite a chegada das águas ao Ceará - Foto: Alan Santos/PR

Presidente acionou a comporta do Eixo Norte do projeto de integração do Rio São Francisco que permite a chegada das águas ao Ceará – Foto: Alan Santos/PR

Girão

IMG_4251