Movimento apartidário da sociedade civil organizada, o Brasil 200 foi lançado por seu fundador Flávio Rocha na noite desta quarta-feira (21), em Natal.

Com o teatro Riachuelo lotado por representantes da classe produtiva e empresários, Flávio Rocha disse que não defende nomes e sim idéias. “Queremos construir um Brasil melhor baseado em um conjunto de princípios sustentado por valores sólidos e que refletem o pensamento majoritário da população e não de grupos de pressão ou que lutam por privilégios”, disse Flávio Rocha.

Dirigentes da FIERN, FCDL, CDL, Fecomércio, SINDPOSTOS, empresários de vários seguimentos prestigiaram o encontro.

Do Judiciário estava o desembargador Cláudio Santos e da classe política apenas dois deputados estaduais: Tomba e Dison.