Coube ao presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Norte (FCDL-RN), Afrânio Miranda, criticar o custo dos poderes no RN.

A crítica foi estendida ao custo dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo.