Mundo

Coronavírus: total de mortos na China continental sobe para 1.113

Da Agência Brasil

O número de mortos na China continental devido ao novo coronavírus aumentou para 1.113, informou hoje (12) a Comissão Nacional de Saúde.

Segundo autoridades de saúde de Pequim, o total de mortos nas últimas 24 horas é de 97.

O número total de casos confirmados é de 44.653, dos quais 2.015 foram confirmados nas últimas 24 horas em território continental chinês.

As autoridades acrescentaram ainda que 451.462 pacientes foram acompanhados por terem tido contato próximo com os infectados, dos quais 185.037 ainda estão sob observação.

O balanço ultrapassa o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), que, entre 2002 e 2003, matou 774 pessoas em todo o mundo, a maioria das quais na China, mas a taxa de mortalidade permanece inferior.

O novo vírus, que provocou um morto em Hong Kong e outro nas Filipinas, afeta também o território de Macau (com nove casos) e mais de duas dezenas de países, onde os casos de contágio superam os 350.

A situação motivou a marcação de uma reunião de urgência de ministros da saúde dos países da União Europeia para amanhã (13), em Bruxelas, enquanto a Organização Mundial de Saúde enviou uma equipe de especialistas para a China visando acompanhar a evolução dos últimos casos.

Mundo

Mortes por coronavírus passam de 400 na China

Informações da Agência Brasil

A China informa que o novo coronavírus já infectou mais de 20 mil pessoas e causou mais de 400 mortes.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou 3.235 novos pacientes nesta terça-feira (4), elevando o número total para 20.438. O número de mortes causadas pelo vírus subiu para 425, depois de mais 64 pacientes terem morrido na província de Hubei, local que mais sofre com a epidemia.

Um hospital construído às pressas em Hubei deu início ao tratamento de pacientes nessa segunda-feira (3). A unidade tem capacidade para aproximadamente 1.000 leitos, mas somente ontem o número de pacientes na província havia aumentado em mais de 2 mil.

O sistema médico da China está seriamente sobrecarregado com a expansão da epidemia.

Mundo

China tem mais de 200 mortos em consequência do coronavírus

Da Agência Brasil

Autoridades da China informaram que, atualmente, 213 pessoas morreram após contrair o coronavírus, e que o número de infecções confirmadas ultrapassou 9.600.

Trabalhadores do setor médico estão extremamente ocupados em Hubei, província em que apareceu o surto. Mais de 30 mil pessoas por dia têm procurado hospitais e clínicas locais com febre.

O número de casos está se elevando também fora da China continental. Mais de 120 casos de infecção foram constatados em mais de 20 países e territórios. A Itália acabou de confirmar os dois primeiros casos, ambos de turistas chineses.

Até agora, há suspeita de casos de transmissão do vírus entre pessoas no Vietnã, em Taiwan,no  Japão, na Alemanha, França e nos Estados Unidos.

O governo americano aumentou os alertas de viagens ao nível mais alto e está pedindo aos seus cidadãos que evitem ir à China e pensem em sair de lá, caso estejam naquele país.

A Organização Mundial da Saúde declarou a epidemia emergência global, em uma tentativa de evitar que o vírus se alastre ainda mais além das fronteiras. Esta é a sexta vez que a organização toma essa medida, que foi colocada em prática, entre outras, durante a gripe suína em 2009, a proliferação da poliomielite em 2014, e a epidemia do vírus Ebola em 2019.

Foto: Soe Zeya Tun

Foto: Soe Zeya Tun

Mundo

Príncipe Harry abdica da Família Real e não foi único na história

A última quarta-feira (8) foi agitada para a família real britânica. O Príncipe Harry e sua esposa, a atriz Meghan Markle, anunciaram por meio de um post no Instagram que estariam abdicando de suas posições. Antes disso, Harry, que possui o título de Duque de Sussex, seria o sexto na sucessão do trono. Antes dele há seu pai, Príncipe Charles, seu irmão, Príncipe William, e seus três sobrinhos, filhos de William e Kate Middleton.

O casal diz que pretende se tornar financeiramente independente, e afirma que dividirá seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte. De acordo com a nota oficial, foram “meses de reflexão e discussões internas” para chegar à decisão final. O clima ficou tenso no Palácio de Buckingham, pois nenhum outro membro da família foi consultado sobre a saída.

Mas essa não é a primeira vez que um membro da família real abdica do trono. Na lista abaixo, conheça outros casos:

– Rei Edward VIII, Duque de Windsor;
– Jaime VII da Escócia ou Jaime II da Inglaterra;
– Maria, Rainha da Escócia;
– Rei Ricardo II;

Da Revista Super Interessante

Mundo

Quinto dia de greve deixa Paris sem transporte público

Da Agência Brasil

Os acessos a Paris estão hoje (9) muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das aposentadorias e que afeta, sobretudo, a rede de transportes.

De acordo com as autoridades, há 620 quilômetros de filas de automóveis nos acessos a Paris, um volume que já não se registrava há cinco anos.

Dezenas de milhares de pessoas que habitualmente utilizam os ônibus e metrô optaram por usar o carro particular para ir trabalhar. A chuva que atinge a capital francesa agrava a situação.

Hoje, a nível nacional, estão circulando apenas 20% dos trens de alta velocidade (TGV), assim como as ligações ferroviárias nos arredores de Paris. As ligações regionais estão limitadas a 30% e são muito poucos os trens que fazem percursos internacionais.

Estão suspensas as ligações entre França e Itália. A ligação Paris/Londres está afetada.

É possível que a greve prossiga por conta das tensões entre os sindicatos e o governo do presidente Emmanuel Macron, que se reúne hoje à tarde para analisar os efeitos da paralisação.

Mundo

Presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia é presa

Do G1

A presidente do Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia, Maria Eugenia Choque Quispe, foi presa na noite deste domingo (10).

“Queremos anunciar que, graças a um trabalho minucioso da polícia boliviana, se conseguiu a detenção da presidente do Tribunal Supremo Eleitoral, María Eugenia Choque”, disse o comandante geral da polícia, Vladimir Yuri Calderón, em coletiva de imprensa.

O vice-presidente do TSE boliviano, Antonio Costas, também foi preso pela polícia.

O pedido de investigação e prisão da presidente e do vice-presidente do TSE boliviano, de acordo com o comandante da polícia, partiu de Juan Lanchipa Ponce, chefe do Ministério Público da Bolívia.

Mais cedo, Maria Eugenia Choque havia deixado o cargo, horas antes da renúncia de Evo Morales à presidência.

O TSE boliviano foi alvo de críticas após a realização das eleições de 20 de outubro, que apontaram vitória em primeiro turno para Evo Morales.

Neste domingo, a Organização dos Estados Americanos afirmou que o pleito foi fraudado.

Horas depois, o então presidente, Evo Morales, afirmou que convocaria novas eleições.

No entanto, Morales renunciou no fim da tarde deste domingo (10).

Mundo

Em meio a protestos, Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Da Agência Brasil

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou hoje (10), em um pronunciamento transmitido a partir da cidade de Cochabamba, sua renúncia ao cargo, em meio à escalada dos protestos que se seguiram à eleição de 20 de outubro no país.

Ao lado de Morales, o vice-presidente Alvaro García Linera também anunciou que deixa seu posto.

“Queremos preservar a vida dos bolivianos”, disse Morales no pronunciamento. Ele disse que decidiu deixar o cargo “para que não continuem maltratando parentes de líderes sindicais, prejudicando a gente mais humilde. Estou renunciando e lamento muito esse golpe”.

Imagens de TV mostraram oposicionistas comemorando nas ruas de La Paz. A pressão sobre Morales aumentou depois que o comandante das Forças Armadas bolivianas, William Kaiman, sugeriu, na tarde deste domingo, que Morales renunciasse para permitir a “pacificação e a manutenção da estabilidade, pelo bem da nossa Bolívia”.

Mais cedo, Morales havia anunciado a realização de novas eleições e a substituição dos integrantes do Tribunal Superior Eleitoral boliviano, mas não conseguiu melhorar os ânimos dos adversários. Na ocasião, ele disse que sua “principal missão é proteger a vida, preservar a paz, a justiça social e a unidade de toda a comunidade boliviana”.

O anúncio da nova eleição foi feito depois de a Organização dos Estados Americanos (OEA) ter divulgado um informe sobre uma auditoria do processo eleitoral, em que o órgão recomendou a realização de um novo pleito.

Antes da renúncia de Morales, a imprensa boliviana noticiou a realização neste domingo de diversos ataques a residências, incluindo casas de familiares de Morales, e a prédios públicos. No Twitter, o ainda presidente havia denunciado que “fascistas” tinham incendiado a casa dos governadores de Chuquisaca y Oruro, e também de sua irmã, Esther Morales, em Oruro. Emissoras de rádio e TV estatais, como a Bolívia TV, foram alvo de protestos.

Depois que manifestantes atacaram a sua casa, o presidente da Câmara dos Deputados, Víctor Borda, também renunciou ao cargo neste domingo.

Eleição polêmica

As eleições presidenciais bolivianas ocorreram em 20 de outubro. Morales obteve 47,07% dos votos, enquanto seu principal concorrente, Carlos Mesa, alcançou a 36,51%. Pelas regras eleitorais bolivianas, Morales foi declarado eleito, por ter obtido mais de 10% de votos além de Mesa.

A apuração dos votos, no entanto, foi acompanhada por polêmica, com acusações de ambos os lados. Uma missão de observação da Organização dos Estados Americanos (OEA) apontou problemas como a falta de segurança no armazenamento das urnas e a suspensão da apuração.

Diante da polêmica, Morales e líderes oposicionistas sugeriram que a Organização dos Estados Americanos (OEA) auditasse o resultado das eleições – e Morales convidou países como Colômbia, Argentina, Brasil e Estados Unidos a participarem do processo. Desde então, os protestos populares se acirraram, com oposicionistas chegando a estabelecer um prazo para que Morales deixasse o cargo.

*Com informações da agência de notícias Télam

Mundo

Após protestos, Chile coloca Exército nas ruas

Da Agência Brasil

Três mortos, mais de 300 detidos e uma onda de incêndios e saques. Diante de protestos violentos, a capital do Chile, Santiago, amanheceu patrulhada por militares, o que não acontecia desde o final da ditadura do general Augusto Pinochet, em 1990.

Quase 10 mil membros das Forças Armadas estão nas ruas da capital. Após o presidente chileno, Sebastián Piñera, decretar estado de emergência, Santiago e outras regiões do país, como Valparaíso e Concepción, estão sob toque de recolher.

As primeiras manifestações começaram de forma pacífica no dia 14 contra o aumento de preço do metrô de Santiago, que passaria do equivalente a US$ 1,12 para US$ 1,16. Ontem (19), o governo anunciou a suspensão do reajuste.

Desde sexta-feira (18), entretanto, os protestos se intensificaram e os chilenos expressam insatisfação com as políticas do governo Piñera, com o sistema previdenciário chileno, administrado por empresas privadas, o custo da saúde, o deficiente sistema público de educação e os baixos salários em relação ao custo de vida.

Mundo

Prêmio Personalidade Brasil-Alemanha é realizado pela primeira vez na Região Nordeste

A cidade do Natal sediou na noite deste domingo (14), na Arena das Dunas, o Prêmio Personalidade Brasil-Alemanha, que pela primeira vez sai do eixo Sul/Sudeste e é realizado na região Nordeste.

Em sua 25ª edição, explica o presidente da AHK São Paulo, Philipp Schiemer, o Prêmio busca promover o reconhecimento e homenagem a profissionais dos dois países que se destacam em sua área de atuação, pelo compromisso com o desenvolvimento socioeconômico sustentável. Na abertura da solenidade, Schiemer ressaltou a importância de se promover um Brasil mais justo e igual em condições, com maior oportunidades para as novas gerações e que fomente o empreendedorismo nos jovens. E ressaltou a necessidade de reformas estruturantes. “É preciso menos burocracia, menos complexidade. Mais abertura e clareza para promover um ambiente favorável ao crescimento do país”, disse.

Os agraciados com o prêmio este ano, foram o advogado alemão, fundador da Transparência Internacional, a principal organização não-governamental internacional de combate à corrupção, o professor doutor Peter Eigen, e o CEO da Dafiti, o maior grupo de e-commerce de moda e lifestyle da América Latina, Philip Povel.

Ao lado dos premiados na noite, foram convidados para compor a foto oficial do evento: o vice-ministro do Ministério Federal da Economia e Energia da Alemanha, Thomas Bareiss; o Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Costa; o presidente da Mercedes-Benz no Brasil e na América do Sul e também presidente da AHK, Philipp Schiemer; os secretários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Orlando Leite Ribeiro e Fernando Kohlmann Schwanke; o embaixador do Brasil em Berlim, Roberto Jaguaribe; os cônsules gerais da Alemanha em São Paulo, Porto Alegre e Recife, Axel Zeidler, Thomas Schmitt e Maria Könning de Siqueira Regueira; os presidentes da BDI e da CNI, prof. Dieter Kempf e Robson Braga de Andrade; a governadora Fátima Bezerra e o vice Antenor Roberto; o presidente da Fiern, Amaro Sales de Araújo; além de representantes de empresas patrocinadoras do Prêmio Personalidade Brasil-Alemanha.

Foto: Sandro Menezes

Foto: Sandro Menezes

Mundo

11 de Setembro: homenagens a vítimas marcam 18 anos de atentados nos EUA

Do G1

Cerimônias e homenagens marcam nesta terça-feira (11) os 18 anos do maior ataque terrorista já sofrido pelos EUA. O ‘Tributo em Luz’ iluminou o céu de Manhattan no lugar das Torres Gêmeas desde a noite da véspera, e o presidente Donald Trump participou de momento de silêncio diante da Casa Branca.

Nos ataques de 2001, quatro voos foram sequestrados e usados como armas por terroristas ligados à rede al-Qaeda. Dois aviões se chocaram contra as Torres Gêmeas de Nova York, um se chocou contra a fachada oeste do Pentágono, em Washington, e outro foi jogado contra o solo de um campo vazio de Shanksville, na Pensilvânia.

Os ataques deixaram quase 3 mil mortos, a maioria na área de Manhattan, e levaram a uma longa guerra no Iraque e no Afeganistão, que até hoje são afetados por conflitos violentos. Até 2018, mais de 1.100 vítimas que morreram nas Torres Gêmeas ainda não haviam sido identificadas.

O presidente e a primeira-dama dos EUA, Donald e Melania Trump, participam de momento de silêncio em memória às vítimas dos atentados terroristas de 11 de Setembro, diante da Casa Branca em Washington, no dia que marca os 18 anos dos ataques — Foto: Evan Vucci/AP

O presidente e a primeira-dama dos EUA, Donald e Melania Trump, participam de momento de silêncio em memória às vítimas dos atentados terroristas de 11 de Setembro, diante da Casa Branca em Washington, no dia que marca os 18 anos dos ataques — Foto: Evan Vucci/AP

Mundo

Novo ataque a tiros deixa nove mortos nos Estados Unidos

Informações da Agência Brasil

Um novo ataque a tiros deixou ao menos nove mortos, incluindo o atirador, e 16 pessoas feridas na cidade de Dayton, em Ohio, nos Estados Unidos. O tiroteio ocorreu apenas algumas horas depois de um incidente semelhante em El Paso, no Texas, que resultou em 20 mortes.

“O atirador morreu. Há também outros nove mortos. Pelo menos outras 16 pessoas foram levadas para hospitais da área com lesões”, anunciou o Departamento de Polícia de Dayton. “Tínhamos agentes nas imediações quando começou este tiroteio, pudemos agir e dar fim a ele rapidamente”, acrescentou.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o tiroteio em El Paso e disse que “não só foi trágico”, como também “um ato de covardia”. Em uma semana, já são três tiroteios nos Estados Unidos. No domingo passado, quatro pessoas morreram, incluindo o atirador, e 15 ficaram feridas, em Gilroy, Califórnia.

Mundo

Atentado em shopping nos EUA deixa mortos e feridos

Informação do G1

Tiros foram registrados neste sábado (3) em um supermercado dentro de um shopping na cidade de El Paso, no Texas, Estados Unidos, deixando mortos e feridos. A polícia diz que um homem foi detido.

As autoridades registraram mais de 20 vítimas, segundo porta-voz do Departamento de Polícia de El Paso. O número pode incluir mortos e feridos. O prefeito Dee Margo informou que há mortos, mas não foi confirmado quantos. Segundo o último levantamento, 22 pessoas foram levadas para hospitais da região.

Segundo informações da CNN e de afiliadas da NBC, o suspeito é Patrick Crusius, de 21 anos. Ele é de Allen, cidade do Texas que fica a cerca de 45km de Dallas. A polícia não confirmou a identidade do suspeito, mas afirmou que um homem branco na casa dos 20 anos está sob custódia.

O presidente Donald Trump foi informado sobre o tiroteio e disse que há relatos de muitos mortos. “Falei com o governador do Texas para oferecer total suporte do governo federal”, disse Trump em rede social.

Mundo

Boris Johnson é o novo primeiro-ministro britânico

Informações da Agência Brasil

O ex-ministro do Exterior britânico Boris Johnson foi eleito nesta terça-feira (23) como sucessor da premiê Theresa May na liderança do Partido Conservador e, por consequência, será o novo chefe de governo do país.

Johnson superou o atual ministro do Exterior, Jeremy Hunt, ao final de uma votação realizada nas últimas quatro semanas, entre 160 mil afiliados da legenda. Durante a campanha, Johnson prometeu obter sucesso nos pontos em que May falhou e levar o Reino Unido para fora da União Europeia (UE) em 31 de outubro, com ou sem acordo.

Antes de ocupar o cargo de ministro do Exterior entre 2016 e 2018, Johnson foi prefeito de Londres de 2008 a 2016.

Mundo

Potiguares podem buscar cidadania portuguesa via judeus sefarditas

A busca por novas oportunidades profissionais, a crise econômica e os altos índices de violência no país são apenas algumas das motivações para a corrida promovida por brasileiros em busca da cidadania portuguesa.

Atualmente, estima-se que milhares de norte-rio-grandenses tenham direito a requerer a nacionalidade portuguesa por meio da Lei da Nacionalidade (Lei nº 37/81).

A lei trata, dentre outras possibilidades, a obtenção da cidadania através da comprovação de descendência das comunidades judaicas da Península Ibérica (Portugal e Espanha) ou seja, de origem sefardita. Muitos desses ancestrais portugueses vieram para o Brasil e a região Nordeste, por volta do século XVI, para fugir da perseguição imposta pela Inquisição promovida pelo Estado e a Igreja Católica.

Para explicar com mais detalhes sobre o processo para obtenção da cidadania, o advogado Renato Martins, sócio da Martins Castro, estará em Natal no próximo dia 6 de junho (quinta-feira), às 19h, na sede da OAB, para realizar palestra gratuita, com vagas limitadas, sobre o processo de obtenção da nacionalidade portuguesa via judeus sefarditas.

Programação:

Painel I: O Processo de Nacionalidade Portuguesa pela via judaico-sefardita
Palestrante: Renato Martins (mestre em Direito Administrativo e advogado especializado em processos de nacionalidade portuguesa)

Mediador: Manoel Onofre, Promotor de Justiça e descendente de judeus sefarditas

Painel II: A origem judaica das famílias do RN 
Palestrante: Filipe Azevedo (genealogista)

Mediadora: Soledade Fernandes, juíza aposentada (TJ RN), advogada e descendente de judeus sefarditas

Mundo

Primeira-ministra britânica anuncia renúncia

Da Agência Brasil

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que vai deixar, no dia 7 de junho, a liderança do Partido Conservador e que o processo de escolha de um novo líder vai começar na próxima semana.

“Continuarei a servir como primeira-ministra até que o processo esteja concluído”, disse Theresa May, em entrevista em sua residência oficial.

Ela argumentou que é dever dos políticos “implementar o que [o povo] decidiu”,  referindo-se ao Brexit, aprovado há três anos. “Fiz tudo o que podia para convencer os deputados a apoiar o acordo de saída. Infelizmente, não consegui. É agora claro para mim que é do interesse do país que seja um novo primeiro-ministro a liderar esse esforço. Por isso, anuncio que irei me demitir do cargo de líder do Partido Conservador na sexta-feira, 7 de junho”, concluiu a primeira-ministra”.

“Será sempre uma matéria de grande arrependimento que não tenha conseguido cumprir o Brexit. Será função do meu sucessor procurar um caminho que honre o resultado do referendo. Para ser bem-sucedido, ele ou ela terá de encontrar um consenso no Parlamento, que eu não consegui. Esse consenso só pode ser atingido se ambas as partes em debate estiverem disponíveis para o compromisso”, afirmou May.

Visivelmente emocionada, ela acrescentou que foi a maior honra de sua vida vida ter sido a segunda mulher primeira-ministra no Reino Unido, “mas, certamente, não a última”, e ter servido ao país que ama.

Foto: Simon Dawson/ Reuters

Foto: Simon Dawson/ Reuters

Mundo

Líder nas pesquisas, Cristina Kirchner será candidata a vice-presidente da Argentina

Da Revista Exame/Agência EFE

Buenos Aires – A ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner (2007-2015), anunciou este sábado que integrará uma chapa para as próximas eleições de outubro na posição de vice-presidente, com seu ex-chefe de gabinete, Alberto Fernández, como candidato a presidente.

“Estou convencida que esta chapa que propomos é a que melhor expressa o que neste momento a Argentina necessita para convocar os mais amplos setores sociais e políticos e econômicos também, não só para ganhar uma eleição, mas para governar”, declarou a atual senadora em vídeo divulgado no Twitter.

O anúncio encerra meses de conjecturas no âmbito político e nos meios de comunicação sobre o futuro político de Cristina e direciona o foco sobre o advogado Alberto Fernández, que foi chefe do seu gabinete de ministros e também de seu marido, o também ex-presidente Néstor Kirchner, entre 2003 e 2008.

Mundo

Bolsonaro comanda reunião no Ministério da Defesa para discutir crise na Venezuela

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reuniu, na manhã desta quarta-feira (1), ministros e comandantes das Forças Armadas, na sede do Ministério da Defesa, para discutir o acirramento da crise na Venezuela e os reflexos para o Brasil.

Ao final da reunião, Bolsonaro reiterou que espera, até dia 15 deste mês, uma resposta da Funai para iniciar a construção da linha de transmissão entre Manaus (AM) e Boa Vista (RR). “Até o dia 15 agora, teremos o sinal verde ou não das comunidades indígenas”, disse o presidente lembrando que o Conselho de Defesa já autorizou a construção da linha, mas o governo aceitou os questionamentos da Funai.

Sobre a questão da energia em Roraima, o presidente frisou que a situação já é emergencial, uma vez que o Estado tem usado termelétricas movidas a óleo diesel para conseguir abastecimento. “Não podemos continuar de forma eterna com a energia de óleo diesel, porque o resto do Brasil paga um pouco mais de R$ 1 bilhão por ano pela energia de Roraima”.

Fonte: Planalto

Mundo

Morre o ex-presidente do Peru que deu um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão

O ex-presidente do Peru Alan García morreu hoje (17) durante cirurgia, depois de dar um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão em sua casa, no bairro Miraflores, em Lima. Ele era acusado de corrupção em caso envolvendo a empresa brasileira Odebrecht. García foi levado com urgência ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana, mas não resistiu.

De acordo com informações médicas, o ex-presidente, 69 anos, teve três paradas cardíacas e foi reanimado. Ele deu entrada no hospital às 6h45, com perfurações de entrada e saída de bala no crânio.

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, lamentou no Twitter a morte de Alan García. “Consternado com a morte do ex-presidente. Envio minhas condolências à família e pessoas queridas”.

*Da Agência Brasil com informações da agência de notícias Télam

Mundo

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão

Da Agência Brasil

O ex-presidente do Peru Alan García tentou se matar na manhã de hoje (17) quando ia ser detido pela polícia em sua casa no bairro de Miraflores, em Lima. Ele é acusado de corrupção em caso envolvendo a Odebrecht.

Seu estado de saúde é grave, segundo a imprensa local. García foi levado com urgência ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana.