Depois de 24 anos, o MDB voltará a ter candidato à Presidência da República. O partido aprovou, com 85% dos votos entre os 419 filiados com direito a opinar, a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Planalto. O resultado foi anunciado pelo presidente nacional do partido, o senador Romero Jucá (RR).

A decisão foi tomada na convenção nacional da legenda, realizada nesta quinta-feira (2) em Brasília com a presença do presidente Michel Temer. Opositores da postulação do ex-ministro, senadores, como Renan Calheiros (AL) e Roberto Requião (PR), defendiam que o partido votasse pela neutralidade. O MDB segue sem alianças para a disputa e deve escolher um vice do próprio partido – o nome mais forte neste momento é o da ex-prefeita de São Paulo e senadora Marta Suplicy.

Informações da Veja

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.