Estudo conclui que Barragem Passagem das Traíras não suporta mais cheia como a de 2004

Os resultados dos estudos contratados pelo Governo do Estado para diagnosticar e avaliar as condições da Barragem de Passagem das Traíras, localizada no município de São José do Seridó, foram apresentados, nesta manhã (10), em Caicó, durante reunião púbica no Centro Pastoral Dom Wagner.

O evento foi promovido pelo Comitê da Bacia Hidrográfica dos rios Piancó-Piranhas-Açu – CBH PPA e contou com presença do secretário João Maria Cavalcanti, do adjunto, Carlos Nobre, dos Deputados Francisco do PT e Vivaldo Costa, do superintendente de fiscalização da Agência Nacional de Águas (ANA), Alan Vaz, e Presidente do CBH Piancó/Piranhas-Açu, Paulo Varela.

Na ocasião, Pedro Molinas, engenheiro da empresa responsável pelos estudos, a Acqualtool, traçou um panorama da atual situação do empreendimento e listou uma série de recomendações técnicas. De acordo com os estudos, os fatores de segurança do reservatório não são compatíveis com a atual legislação. “A estrutura da parede é instável e sua drenagem interna está deficitária para suportar uma cheia semelhante a de 2004” destaca Molinas.

A principal intervenção a ser realizada será a abertura de uma fenda na ombreira direita com dois objetivos principais: evitar o acúmulo de água e permitir uma análise maior sobre o estado da fundação do açude.