Os planos do Governo do RN era de instalar no prédio do antigo Hospital Papi, a unidade de atendimento (Hospital de Campanha) durante a Pandemia do Coronavírus.

Mas a estrutura do prédio não vai permitir o prosseguimento da estratégia.

“O prédio não tem condição de funcionar sem passar por uma grande reforma”, afirmou o médico Luiz Roberto Fonseca, diretor do Hospital Rio Grande, em entrevista à Rádio Jovem Pan News.

O prédio vai ser comprado pelo grupo proprietário do Hospital Rio Grande, para ser instalado um anexo ao Hospital voltado ao atendimento materno-infantil.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário