Por meio de sua Assessoria de Comunicação, o Governo do Estado nega que a resolução do Comitê de Gestão e Eficiência implique em calote nos fornecedores.

Foi apenas para atender uma regra do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em situações de calamidade financeira, como o Rio Grande do Norte.

A Assessoria ressalta que a governadora Fátima Bezerra (PT) tem retirado que as dividas serão pagas tão logo o Estado conte com disponibilidade financeira.