Isaura Rosado emite nota de pesar pela morte de Deífilo Gurgel

“Com o falecimento do pesquisador, escritor e poeta Deífilo Gurgel o Estado do Rio Grande do Norte perde um dos maiores entusiastas da cultura genuinamente feita pelo povo. Perde também um dos mais brilhantes e ferrenhos pesquisadores que nos reaproximou dos caminhos da tradição, do folclore e da cultura popular. Deífilo Gurgel foi um dos responsáveis pela divulgação de verdadeiras relíquias do romanceiro – antes reservadas apenas à memória oral. Através de suas pesquisas, ele alçou aos patamares da Academia e da intelectualidade potiguar nomes populares como o de Dona Militana, de São Gonçalo do Amarante; Dona Maria de Aleixo, de Nísia Floresta e seu Pedro Ribeiro, de São Pedro do Potengi, todos romanceiros e detentores de um saber secular oriundos dos romances ibéricos, assim como também divulgou o trabalho de Maria do Santíssimo, de São Vicente, a primeira primitiva do Brasil. Nenhum homem é insubstituível. Porém, o legado de um homem como Deífilo Gurgel é único e perpétuo. Restará sempre o reconhecimento pelo abnegado trabalho de defender e valorizar a cultura popular. A Secretaria Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA) lhe fará a justa homenagem de publicar uma de suas obras mais importantes e inéditas: o título O Romanceiro Potiguar, no qual constam grande parte de suas pesquisas ao longo da vida”.

Isaura Rosado – Secretária Extraordinária de Cultura do Rio Grande do Norte