Do G1

O sequestro a um ônibus na Ponte Rio-Niterói durou cerca de três horas e meia na manhã desta terça-feira (20). Trinta e sete pessoas foram feitas reféns, e seis delas chegaram a ser liberadas ao longo das negociações. Às 9h04, o criminoso foi baleado e morto por um atirador de elite do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Veja a seguir a cronologia do caso:

  • 5h25: o criminoso, depois identificado como William Augusto Nascimento, anunciou o sequestro
  • 6h: o sequestrador manda o ônibus parar na Ponte Rio-Niterói, sentido Rio de Janeiro
  • 6h19: a primeira refém é liberada
  • 6h31: usando uma máscara, o sequestrador joga algo pegando fogo para fora
  • 6h38: a segunda passageira é liberada do veículo
  • 6h53: negociadores do Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegaram ao local para ajudar no diálogo com o sequestrador do ônibus
  • 7h04: um refém sai de dentro do veículo e chega a ser revistado
  • 7h20: outra mulher é solta
  • 7h45: o sequestrador desce do ônibus, diz algo aos negociadores e volta ao coletivo
  • 7h50: o Bope assumiu as negociações
  • 7h58: um segundo homem é libertado
  • 8h06: o sequestrador joga uma caixa para fora do ônibus
  • 8h20: a quarta mulher é liberada. Ela desmaia logo após descer do coletivo
  • 9h04: um atirador de precisão atira algumas vezes e mata o criminoso