A promotora Iara Maria Pinheiro de Albuquerque abriu inquérito civil para investigar a insuficiência de desfibriladores e monitores cardíacos no Hospital Walfredo Gurgel.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública e a própria direção do Hospital deverão se posicionar sobre a quantidade de aparelhos existentes na unidade hospitalar.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.