A denúncia foi realizada através de imagens (segue em anexo) feitas nesta quinta-feira (25), por servidores que trabalham no hospital. As fotos retratam a situação crítica de pacientes que aguardam atendimento no chão do João Machado, maior hospital psiquiátrico do Rio Grande do Norte.

As imagens são chocantes, e mostra a realidade de cerca de quarenta e sete pacientes esperando atendimento na ala masculina do pronto socorro do Hospital João Machado. Sem leitos suficientes para atender a demanda existente, os pacientes que precisam recorrer ao serviço estão sendo submetidos a situações humilhantes, na qual precisam aguardar deitados no chão do hospital, e muitas vezes sem colchão para descansar ou dormir.

O Ministério Público do Estado expediu algumas recomendações de adequação e correção da estrutura do Hospital João Machado em julho deste ano. Segundo as orientações, foi destacado a falta de equipamentos necessários para realizar alguns procedimentos, mofo em algumas enfermarias e até mesmo, falta de assento sanitário no banheiro masculino.

“A realidade é de caos geral nos hospitais, É um tratamento desumano, um desrespeito à população que precisa do atendimento público, principalmente esses pacientes psiquiátricos. Não podemos fechar os olhos para isso, essas fotos são de assustar, não parece um hospital, parece um campo de guerra”, disse Egídio, Coordenador-Geral do Sindsaúde-RN.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.