Política

Disson Líder do Governo Robinson?

O deputado Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) declarou que vai apresentar um Projeto de Lei obrigando o Governo do Estado a pagar as diárias operacionais da Polícia Militar em até 48h antes do serviço.

Kelps disse que, através do Projeto, também pretende contribuir para o ajuste das escalas compulsórias.

Mais rápido que ligeiro, o deputado Disson Lisboa (PSD), saiu em defesa do Governo de Robinson Faria, para logo dizer que o Governo já antecipou as diárias do Carnaval e pagou R$ 1,1 milhão em diárias atrasadas.

 

Sem categoria

Disson Lisboa é condenado pelo TJ e poderá ficar impedido de ser empossado deputado estadual

Condenado por órgão colegiado (Turma do TJRN)nesta terça-feira 28 de Outubro, ao não prover a apelação que visava absolve-lo do crime tipificado no artigo 89, caput, da Lei 8.666/93, o Deputado Eleito Disson Lisboa, poderá não tomar posse por estar configurado na hipótese do Art. 1, I, “e”, 1 da Lei Complementar 64/90 – ficha suja
Art. 1º São inelegíveis:
I – para qualquer cargo:
e) os que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de 8 (oito) anos após o cumprimento da pena, pelos crimes:
1. contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público;

IMG_0030.JPG IMG_0031.JPG

Sem categoria

Candidato a deputado pelo PSD, Disson Lisboa troca Fátima por Wilma

Mais um candidato a deputado estadual pelo PSD de Robinson Faria retira o apoio a candidatura ao Senado Federal da deputada federal Fátima Bezerra (PT).

Desta vez foi o ex-prefeito de Goianinha, Disson Lisboa.

Portanto, no município agresteiro, Wilma conta com o apoio do prefeito Júnior Rocha (PMDB) e do ex-prefeito Disson (PSD).

 

Sem categoria

MPF apresenta mais duas ações contra Disson Lisboa

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) apresentou à Justiça Federal duas ações penais contra 16 pessoas acusadas de envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos na cidade de Goianinha. De acordo com as denúncias, o grupo criminoso era comandado pelo ex-prefeito Rudson Honório Lisboa, o Disson.

Além dele, as ações apontam a participação de empresários e agentes públicos, incluindo o ex-secretário municipal de finanças Paulo Trindade Faustino. Dentre os crimes denunciados, estão: o desvio de verba federal, a corrupção passiva e ativa, a fraude em licitação e a formação de quadrilha.

Uma das ações ajuizadas pelo MPF/RN dá conta da aplicação irregular de verbas repassadas ao município de Goianinha, por meio de programas federais de educação, para aquisição de gêneros alimentícios que integram a merenda escolar.

A outra denúncia ajuizada envolve 10 pessoas. As ilicitudes denunciadas nessa segunda ação se referem à má utilização de verba transferida através de convênios firmados com o Ministério das Cidades e a Fundação Nacional de Saúde.

O principal acusado nas denúncias, Disson, responde hoje a outros 24 processos entre a primeira e segunda instância do Tribunal de Justiça do Estado.

Com informações da Tribuna do Norte.