29 de fevereiro de 2024
Cotidiano

Alta estação turística chega forte com a 32ª edição do Carnatal

O crescimento da chegada de estrangeiros ao Rio Grande do Norte, a vontade de 25,8% dos brasileiros em viajar pelo país, o anúncio da Azul Viagens da chegada de 238 voos a mais durante a alta estação de 2023/2024 e da LATAM programando 176 voos extras com origem ou destino no aeroporto de Natal entre 1º de dezembro de 2023 e 31 de janeiro de 2024 e, ainda, a estimativa da ABIH de ocupação hoteleira acima de 70%, na média, agora em dezembro são indicadores positivos para alta estação turística no Rio Grande do Norte que tem abertura com a maior micareta do mundo, o Carnatal, de 8 a 10 de dezembro, com 12 horas de festa, por dia, no Corredor da Folia e no Camarote Beats, na Arena das Dunas.

“Nossa cidade tem um grande potencial turístico, por causa de suas praias e sua beleza natural, mas trabalhamos para que esse não seja o único atrativo. A consolidação de eventos como o Carnatal também é importante para o nosso turismo, porque atrai foliões do país e até de fora dele para um dos maiores carnavais fora de época. Somente agora em novembro, tivemos 22 chegadas de voos por dia”, enfatizou a secretária de Turismo de Natal, Ohana Fernandes.

Segundo a secretária adjunta de Turismo do Estado, Danielly Christine Rêgo, agora em dezembro até o final de janeiro teremos um incremento de 44% comparando com o mesmo período do ano passado.

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN), mostra que a rede hoteleira vai atingir uma ocupação média acima de 70% no período do Carnatal. A festa é considerada a maior micareta do Brasil.

Segundo o presidente da ABIH-RN, Abdon Gosson, o momento marca a chegada da alta estação. “A perspectiva para o Carnatal é muito boa, a gente espera uma ocupação média de 70% ou mais, quem sabe ultrapassar os 80%. Isso significa dizer que muitos hotéis estarão com 100% e outros um pouco menos. O Carnatal, tradicionalmente, já é conhecido no turismo como o início da nossa alta estação, a partir dele vamos ter a época do Natal, Réveillon e assim por diante, chegará o verão”, afirmou.

Para a presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens no Estado (ABAV-RN), Michelle Pereira, os números ratificam que o mercado está em retomada. “Essa é uma retomada que ocorre no pós-pandemia, onde saem fortalecidos nosso Estado e nossa economia”, acrescentou.