15 de abril de 2024
Cotidiano

Com aumento de 67% no número de casos na capital, exame único pode identificar dengue, zika e chikungunya

A Secretaria de Saúde de Natal registrou, até o momento, 493 casos de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya. Numa comparação entre as sete primeiras semanas epidemiológicas de 2023 e 2024, há um aumento de 67,8% nos casos registrados.

Essas doenças, transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypt, têm sintomas parecidos que podem confundir o diagnóstico. Identificá-las de maneira correta e ágil é fundamental para o tratamento e recuperação.  E isso pode ser feito por meio de um único exame. 

O painel molecular para dengue, zika e chikungunya é realizado em todas a unidades do DNA Center e detecta os três vírus ao mesmo tempo. A coleta única é feita pelo método PCR, com amostras retiradas das narinas ou da boca. Entre os principais sintomas da dengue e chikungunya estão dores nas articulações e febre alta, já a zika pode apresentar um quadro de manchas vermelhas coceira e febre baixa. 

O resultado do exame sai em até 48 horas e vai ajudar o profissional de saúde na condução do tratamento. Para agendamento, o telefone é o (84) 4007-2595 (Whatsapp). Mais informações em www.dnacenter.com.br ou @dnacenterlab.