21 de abril de 2024
Cotidiano

Morre a atleta paralímpica potiguar Joana Neves

O paradesporto potiguar está de luto. Morreu na madrugada desta segunda-feira (18), em São Paulo, a paratleta da natação Joana Neves. Ela estava na capital paulista realizando, em busca de um diagnóstico para exames de convulsão que vinha apresentando recentemente. Na noite de domingo (17), após se sentir mal no Centro de Treinamento Paralímpico, foi levado ao hospital, mas não resistiu a uma parada cardiorrespiratória.

Joana Maria Jaciara da Silva Neves Euzébio, conhecida como Joaninha e Peixinha, nasceu em Natal com acondrosplasia, condição que afeta o crescimento dos ossos. Começou a nadar por recomendação médica, gostou do esporte e acabou virando um dos principais representantes do Brasil nas piscinas. No último Mundial que disputou, em 2022, conquistou quatro medalhas e cortes dois recordes. Na carreira, ao todo, foram 15 pódios em Mundias, entre 2013 e 2022.

Em 2020, foi eleita Melhor Nadadora Paralímpica do Brasil no Troféu Melhor Natação. Ao longo da carreira, disputou três paralimpíadas, nas quais conquistou cinco medalhas. O Sadef, clube onde iniciou a carreira e que representava atualmente, decretou luto oficial.