11 de abril de 2024
Natal

Prefeito anuncia início de operações do Hospital Municipal e autoriza obras de nova etapa 

A rede pública municipal de Saúde em Natal vai contar em breve com um grande reforço para ampliar o atendimento e melhorar a prestação do serviço aos usuários do sistema. Na manhã desta sexta-feira (23), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, o prefeito Álvaro Dias assinou a ordem de serviço para a construção da segunda etapa do Hospital Municipal. Ele também anunciou para o mês de julho o início do funcionamento da primeira ala da unidade hospitalar, com a operação de 20 leitos de UTI e 30 de enfermaria. Estão sendo investidos R$ 140 milhões na execução de todo o projeto.

“Como cidadão, prefeito e médico, estou realizado, pois estamos vivenciando um momento histórico, já que em breve vamos materializar um anseio de toda a população da capital potiguar, ao entregar o Hospital Público Municipal. Sem dúvida, uma das ações mais significativas da nossa gestão. Vamos oferecer um atendimento amplo, com várias especialidades, oferecendo o melhor para o usuário da rede pública municipal de Saúde”, destacou o prefeito Álvaro Dias.

O hospital está sendo erguido na avenida Omar O’Grady, no bairro Pitimbu, em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cidade Satélite. Essa fase inicial compreenderá, além dos 50 leitos de UTI e clínicos, o bloco logístico e serviços assistenciais, como centro de diagnóstico e laboratório de análises clínicas. 

Dentro do bloco logístico, estão contemplados setores como almoxarifado, CAF (Central de Abastecimento Farmacêutico), farmácia central, cozinha, lactário/enteral, refeitório, lavanderia, Central de Material e Esterilização. Além disso, a primeira etapa abrangerá a área administrativa e disponibilizará vestiários, sanitários e alojamentos para os funcionários.

Quando estiver finalizado, o Hospital Municipal vai contemplar diversas especialidades, dentre elas ginecologia, obstetrícia, atendimento neonatal, Centro Cirúrgico e de Diagnóstico. Na totalidade, serão 266 leitos de internação, sendo 40 de UTIs divididos entre UTI adulta geral (20), neonatal (10) e pediátrica (10), além de leitos específicos classificados como PPP – para pacientes de pré-parto, parto e pós-parto (10). 

As linhas de atenção planejadas para o hospital preveem atendimentos referenciados a pacientes adultos clínicos para internação hospitalar e cirúrgicos para cirurgias programadas (eletivas), além de atendimento de urgência 24h em ginecologia e obstetrícia de risco habitual e alto risco.

Na segunda etapa, que teve a ordem de serviço expedida nesta sexta-feira, haverá continuidade na construção de mais leitos, especialmente os relacionados aos serviços de ginecologia e obstetrícia. 

“O nosso hospital não vai ficar abaixo a nenhum da rede privada. Estamos preparando um equipamento de excelência e à altura do que o usuário da rede pública de Saúde de Natal, merece”, atestou o secretário municipal de Saúde, George Antunes, destacando o trabalho que a gestão do prefeito Álvaro Dias vem desenvolvendo no setor.

“Como médico, o prefeito tem um olhar especial para a nossa área. Todo esse empenho, dedicação e preocupação foi demonstrado ao longo da pandemia da Covid-19, quando Natal foi exemplo para o Brasil. Continuamos trabalhando com afinco e sem medir esforços para prestar o melhor serviço e cuidar do natalense da melhor maneira”, completou George Soares.

Foto: Alex Régis