20 de abril de 2024
Nota

Deputado Tomba Farias denuncia serviços de “má qualidade” da Cosern e avalia abertura de CPI

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Tomba Farias (PSDB) ocupou hoje a tribuna da Assembleia para denunciar os serviços prestados pela Cosern, principalmente no âmbito da energia solar.

Ele sugeriu que os clientes que se sentirem prejudicados devem procurar o Procon da Assembleia Legislativa, para que o órgão possa averiguar eventuais irregularidades que estariam sido cometidas pela prestadora de serviços.

Tomba não descartou a possibilidade de abrir uma “CPI da Cosern”, caso as denúncias de eventuais “crimes contra o consumidor” sejam confirmadas. O próprio parlamentar afirma ser vítima das falhas operacionais da operadora.

Tomba Farias assinalou que tem informações que a Cosern já teria mais de 1.700 processos movidos por clientes de energia solar.

“Para se ter uma ideia, desde agosto de 2023 que a Cosern não envia o relatório de geração de energia solar, inclusive soube que isto está acontecendo com quase todos os clientes.”

O parlamentar acrescentou que nesta quarta-feira, dia 21, sem que tivesse nenhum aviso de corte, a Cosern desligou a energia da casa do morador da sua fazenda, assim como a da sede da propriedade rural, que estava em dia e é alimentada por energia solar. Depois de mais de uma hora, eles reconheceram o erro e sem ele falar com ninguém da Cosern, eles retornaram e religaram a energia.

“A Cosern mudou a categoria da minha fazenda em Tangará, de rural para comercial alta tensão, sem me comunicar. A conta foi aumentando de R$ 80,00 para 465,00, 773,00 e 1.030,00, sem nenhuma justificativa”, revelou Tomba.

SEM TER A QUEM RECLAMAR 

Outro problema elencado por Tomba é que o  “Portal Corporativo” da Cosern fica rotineiramente fora do ar e que os canais de WhatsApp da Companhia “são demorados e ineficientes”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *