A Festa de Sant’Ana de Caicó está sendo analisada para o seu processo de revalidação do título de Patrimônio Imaterial Brasileiro. O processo que é feito pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional analisa as mudanças que o evento passou nos últimos anos em comparação com 2010, quando a celebração caicoense ganhou o título.

A revalidação trabalha em consonância com o Decreto nº 3.551/2000, que analisa essas transformações e encaminha para o IPHAN um novo diagnóstico sobre o evento.  Para construção do parecer, são identificadas transformações e continuidade em aspectos culturalmente relevantes ou empecilhos à reprodução, além de reunir recomendações e encaminhamentos para processo de salvaguarda da Festa de Sant’Ana de Caicó.

As eventuais manifestações sobre o parecer de Revalidação são enviadas à Câmara Setorial do Patrimônio Imaterial a fim de subsidiar a avaliação do bem registrado. Com a decisão, o processo é encaminhado ao Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, que decidirá sobre a Revalidação do Título de Patrimônio Cultural do Brasil dos bens.