porto ilha

Roda Viva – Tribuna do Norte – 24/12/21
Figurando na lista de estatais privatizáveis, o Porto-Ilha (Terminal Salineiro de Areia Branca), com leilão programado para 5 de novembro, pode ter uma solução intermediária, para que continue viável: – É o seu arrendamento pela própria Codern.

Pelo menos foi esse o caminho escolhido por representantes da indústria salineira e funcionários da Codern, numa audiência pública realizada em Areia Branca.

O volume imobilizado na construção e manutenção de uma ilha artificial no meio do mar torna difícil que apareça alguém com bala suficiente para comprar o terminal. Os investimentos previstos são de R$ 165 milhões, no mínimo. Se houver arrendamento já tem grupo salineiro interessado.

O Brasil é autossuficiente na produção de sal, produzindo 7,5 milhões de toneladas no ano de 2014, marca que o coloca como o décimo maior produtor mundial. Desse montante, 5,7 milhões de toneladas tiveram origem justamente no Rio Grande do Norte.

Deixe um comentário