7a2fb6_97b1fde174354e9991de70463e057e63~mv2

Por Ancelmo Gois

Numa época em que a produção artística brasileira está sob ataque, a série “O Auto da Compadecida” estreou terça, na TV Globo, com uma audiência superior à mé- dia do horário em todas as 15 praças anali- sadas no Painel Nacional de Televisão.

No Recife, onde viveu Ariano Suassuna (1927-2014), autor da obra que inspirou a produção, foram 10 pontos a mais de audiên- cia na comparação com as quatro terças ante- riores, um aumento de 53%.

Em Salvador, a audiência subiu 12 pontos (80% de aumento) e em Fortaleza, 14 (88% de aumento).

A série, que também teve uma versão menor para o cinema, traz no elenco, entre outros, Matheus Nachtergaele, Selton Mello, Fernan- da Montenegro, Lima Duarte e Marco Nanini —todos orgulho da nossa classe artística.

DO TL

A notícia do mestre Ancelmo é um sopro de esperança no corpo e na alma. E um argumento contra os apocalípticos de que produção com qualidade não reflete boa audiência.

Deixe um comentário