4f173e4849e9b

O deputado federal General Girão (PSL-RN) é uma voz isolada no Twitter entre os que querem o fim do programa Big Brother Brasil:

Até quando esse festival de besteirol vai prosseguir? E tem gente que insiste em comentar e assistir.

Não é nossa cultura conservadora. É uma Academia contra a família e os bons costumes.

Somente uma emissora falida iria manter algo assim#FORABBB

Em termos de audiência, os números do programa desmentem o sentimento do deputado General. A segunda semana  marcou 27 pontos  em São Paulo, dois a mais que na semana de estreia.

Em 2020, o reality só atingiu um índice maior do que esse em sua nona semana. É o mesmo que atingiu a semifinal do Mundial de Clubes, entre Tigres e Palmeiras.

Se é pra falar em faturamento, o sucesso é ainda maior. O Big Brother Brasil 21 atingiu com venda de cotas de patrocínio a receita de  R$ 522 milhões.

O programa foi visto por 37 milhões de pessoas por dia em 2020.

DO TL 

Nada mal para uma emissora “falida”, hein?

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Girão, o Lambão, não entende nem do próprio mandato, quer entender de BBB? Não toma uma iniciativa que preste pelo RN, junto com essa bancada fraca, agora quer pagar de lacrador, cancelador?

    O que acaba com a moral da família é essa hipocrisia que o Lambão insiste em dizer que é normal. Vários desses conservadores, tão orgulhosos, traem suas mulheres, destroem psicologicamente a família e vem querer posar de palmatória do mundo? Vai lamber as botas do presidente Bolsonaro, parlamentar caldo de biloca.

Deixe um comentário