jair-bolsonaro-e-eduardo-pazuello-1593926572130_v2_1004x591

Do Estadão 

A polêmica sobre os testes para diagnóstico do coronavírus, prestes a perder a validade, ampliou o estremecimento das relações entre o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o presidente Jair Bolsonaro.

Antes da nova crise no governo, Pazuello já estava desgastado por ter sido desautorizado pelo presidente, que chegou a cancelar o acordo para a compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa.

Em recente conversa com amigos, Pazuello, que é general da ativa, se queixou da pancadaria e disse que, se sair, sairá feliz.

Depois, em tom de piada, comentou que seria bom “voltar ao quartel”.

Deixe um comentário