unnamed

Roda Viva – Tribuna do Norte – 040721

Com um lugar no Conselho Nacional do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), de 13 membros, assumido esta semana, o poeta Diógenes da Cunha Lima tem uma meta para seu mandato de quatro anos:  – lutar para que a fortaleza dos Reis Magos seja reconhecida como patrimônio cultural da humanidade.

Deixe um comentário