Não é só o poder público que precisa tomar medidas de combate e prevenção ao Coronavírus.

Quem lida com grande fluxo de gente também.

É o exemplo do Hospital do Coração que acaba de limitar o número de acompanhante de seus pacientes internados para apenas um e proibiu as visitas durante a Pandemia.

Uma medida no primeiro momento para o Hospital, que também abriga pronto-socorro e consultórios médicos.

Deixe um comentário